Condenado a pagar R$ 48 mil por número em música, Gusttavo Lima indenizará moradora de MS?

Em processo contra Gusttavo Lima, mulher alegou "sérios prejuízos psicológicos diante da importunação de sossego vivenciada"
| 31/07/2022
- 08:33
gusttavo lima
"Bloqueado", cantada por Gusttavo Lima, tem gerado processos em todo o Brasil - (Foto: Divulgação)

O cantor Gusttavo Lima foi condenado novamente e terá que pagar um valor de R$ 48 mil por cantar uma na qual que menciona um número celular de várias pessoas do Brasil.

Os donos do contato entraram com processo contra o sertanejo e, entre eles, está uma moradora de Mato Grosso do Sul. Na condenação da vez, a Justiça deu causa ganha a uma paranaense, da cidade de Pato Branco.

O pedido da indenização foi por danos morais e a Justiça concedeu razão à vítima após os relatos de que ela passou a receber milhares de mensagens e ligações de fãs de Gusttavo a incomodando incansavelmente, dia e noite, com trotes e piadas de mau gosto.

No processo, ela afirmou que a situação causou "sérios prejuízos psicológicos diante da importunação de sossego vivenciada". As informações são do Splash, do UOL.

A paranaense, conforme o UOL, ainda pediu em tutela de urgência que o seu número de telefone fosse retirado da música "Bloqueado" e tentou proibir o sertanejo de cantar o single em seus show, mas o pedido foi indeferido pelo juiz.

Resposta de Gusttavo Lima

Em nota a assessoria do cantor afirmou que irá recorrer à condenação. "Como já mencionamos anteriormente, é importante ressaltar que Gusttavo Lima é apenas o intérprete da música 'Bloqueado'. Os compositores são as pessoas que criam a obra e inseriram um número aleatório, sem indicar quem seja, muito menos o DDD", disse a nota.

Em junho deste ano, a Justiça de condenou o sertanejo pelo mesmo motivo e exigiu que ele pagasse uma indenização de R$ 50 mil à outra dona do mesmo número.

Moradora de MS será a próxima indenizada por Gusttavo Lima por conta da música "Bloqueado"? Pela lista e o sucesso dos processos, a sul-mato-grossense pode ficar esperançosa com a vitória. Por enquanto, ela segue sem retorno da Justiça.

Relembre o caso

O MidiaMAIS conversou com a vítima há alguns dias e, segundo ela, sua vida continuava "um inferno". "Já até acostumei, mas não deixa de ser incômodo. Incomoda muito, às vezes você está esperando uma ligação mas na verdade é um trote", lamenta ela.

Alessandra, de 33 anos, move o processo contra Gusttavo desde o início de janeiro de 2022. "Nenhuma novidade, tudo na mesma. Tem que ver com o advogado, mas nenhuma atualização até agora. Essa mulher que ganhou [a ação] foi a primeira que abriu processo, por isso o dela saiu primeiro", disse ela ao MidiaMAIS.

Toda vez que o assunto repercute, internautas mandam a sul-mato-grossense mudar o número de seu celular, mas ela afirma que nunca fará isso. "Jamais vou trocar meu número. Trabalho com ele e tenho há anos... não vou sair no prejuízo", conta, lembrando que continua sendo incomodada por "engraçadinhos de plantão".

A moradora conta ainda que chegou a procurar a produção do sertanejo para tratar do assunto. "Eu liguei pra produção do Gusttavo e eles falaram pra eu trocar de número. Eu não vou entrar no prejuízo por causa deles. Fazendo fama com meu número e eu no prejuízo? Eu tenho esse número há muito tempo", relatou a mulher.

"São mais de duas mil mensagens chegando por dia no meu celular. Tenho que deixar no silencioso porque senão não tenho paz. Tem pessoa que liga, eu atendo e começa a cantar a música do Gusttavo Lima, sabe? É uma situação bem chata", contou ela, em conversa com o MidiaMAIS.

Fale com o WhatsApp do MidiaMAIS!

Tem algo legal para compartilhar com a gente ou quer comentar a história acima? Fale direto com os jornalistas do MidiaMAIS através do WhatsApp.

Mergulhe no universo do entretenimento e da cultura participando do nosso grupo no Facebook: um lugar aberto ao bate-papo, troca de informação, sugestões, enquetes e muito mais. Você também pode acompanhar nossas atualizações no Instagram e no Tiktok

Veja também

Últimas notícias