Mesmo com desfiles marcados para abril, blocos de rua descartam Carnaval fora de época em Campo Grande

Apesar de movimentação para manter a tradição viva, blocos de rua descartaram qualquer possibilidade de fazer eventos de Carnaval
| 09/04/2022
- 07:49
Bloco de Carnaval Cordão Valu na rua
Bloco de Rua Cordão Valu (Foto: Divulgação/Cordão Valu) - Bloco de Carnaval Cordão Valu na rua

As escolas de samba de Campo Grande já estão na reta final para os preparativos dos desfiles de Carnaval, que serão realizados nos dias 20, 21 e 22 de abril. O evento será na Praça do Papa, no bairro Vila Sobrinho, e foi adiado para esse mês devido ao aumento dos casos de em fevereiro, quando acontecem as festividades. Apesar da movimentação para manter a tradição viva, os blocos de rua da Capital descartaram qualquer possibilidade de fazer algum Carnaval fora de época em abril.

Ao MidiaMAIS, as principais entidades independentes da cidade alegaram, entre as justificativas, que a alma do Carnaval é em fevereiro. Portanto, celebrar a data em abril não combina com as diretrizes dos respectivos grupos.

Capivara Blasé

Representante do Bloco de Rua Capivara Blasé, o artista Vitor Samudio afirma que nenhum evento será realizado neste mês, uma vez que realizou festas privadas de carnaval em fevereiro de acordo com a realidade pandêmica do momento. Portanto, não haverá carnaval de rua em Campo Grande durante o mês de abril, somente os desfiles.

“A gente entende que o Carnaval no Brasil é em fevereiro, que abril é algo estranho, sobretudo o Carnaval de rua. Ele só acontece pela energia coletiva do em torno dessa que é a maior festa popular do mundo. Pra gente, Carnaval é fevereiro, verão! Não faremos nada em abril, pois não vemos sentido e percebemos que o grande público também não assimila isso”, disse à equipe de reportagem.

Samudio ainda prevê o retorno oficial do bloco Capivara Blasé aos tradicionais moldes, na Esplanada Ferroviária, em fevereiro de 2023. Nesse meio tempo, a festa 'Capivara Caipira' retorna à cena de Campo Grande. O famoso arraial estava suspenso há três anos, mas volta de vez em junho de 2022. 

Cordão Valu

Tradicional na cidade, o bloco Cordão Valu também não fará nenhum evento. Sempre atenta com a pandemia de Covid-19, a equipe chegou a cancelar as festas que seriam feitas em fevereiro para evitar a propagação do vírus. Em abril, a decisão continua a mesma: não haverá Carnaval de Rua.

“O Cordão não vai sair nem em evento fechado, até porque não é o perfil [...] então está fora do espírito do Cordão fazer dentro de um ambiente fechado. Os coordenadores resolveram não fazer, até porque ainda está acontecendo o problema da pandemia [...] a gente não quer colaborar com o aumento de casos, então não vai ter Carnaval”, informou a assessoria de imprensa.

Desfiles de Carnaval em abril

As escolas de samba de Campo Grande estão a todo vapor com a chegada de abril, mês que serão realizados os desfiles de carnaval. O evento estava previsto para acontecer em fevereiro, mas foi adiado para abril por causa da pandemia e do aumento dos casos no início do ano — desfile será na Praça do Papa, no bairro Vila Sobrinho. Para saber todos os detalhes, como sambas-enredos, ordem e dia de cada escola de samba em Campo Grande, acesse o link.

Na capital, as entidades carnavalescas vão apresentar os trabalhos nos dias 20, 21 e 22 de abril. Já em Corumbá, cidade onde acontece o maior Carnaval do Estado, os desfiles das agremiações serão nos dias 22 e 23 de abril. Para saber todos os detalhes, como sambas-enredos, ordem e dia de cada escola de samba em Corumbá, acesse o link.


Fale com o MidiaMAIS!

Quer conversar com a gente sobre o universo do entretenimento e cultura? Participe do nosso grupo no Facebook! Um lugar aberto ao bate-papo, troca de informação, sugestões, enquetes e muito mais. Você também pode acompanhar nossas atualizações no Instagram e Tiktok


Tem uma história legal para compartilhar com a gente? Fale direto com nossos jornalistas do Midiamais.

Veja também

Imagem sobre suposta mudança deixou alguns usuários intrigados. Segundo a rede social, os rumores sobre a novo recurso não são verdadeiros.

Últimas notícias