Academia Sul-mato-grossense de Letras tem nova imortal empossada: Ana Maria Bernardelli

Em sessão solene na sede da ASL, Ana Bernardelli assumiu a Cadeira nº 27
| 16/02/2022
- 14:56
Ana Bernardelli recebe seu colar acadêmico de Ileides Muller e Samuel Medeiros
Ana Bernardelli recebe seu colar acadêmico de Ileides Muller e Samuel Medeiros - (Foto: Divulgação)

Professora, ensaísta e escritora, Ana Maria Bernardelli assumiu a Cadeira nº 27 da Sul-Mato-Grossense de Letras (ASL), em diplomação em sessão solene realizada nesta terça-feira (15), na sede da ASL - considerada a mais alta e representativa entidade literária e cultural do Estado -. Ana Maria Bernardelli assumiu a cadeira pertencente anteriormente à escritora Lelia Rita Figueiredo Ribeiro, falecida em agosto de 2020.

"Cabe deixar um legado às gerações futuras, transformando-lhes os espíritos, tornando-os agentes contra a impassibilidade e autores críticos, engajados, entusiasmados na paixão pela palavra", afirmou a nova imortal em seu discurso.

Ana Maria foi saudada pelo escritor e acadêmico Rubenio Marcelo e teve sua importância destacada pelo presidente da Academia Sul-Mato-Grossense de Letras, o escritor e publicitário Henrique Alberto de Medeiros Filho, que ressaltou o reconhecimento ao seu trabalho educacional e literário.

A nova imortal

Residente em Campo Grande, Ana Maria Bernardelli é graduada em Letras, sendo professora especialista em Literatura Brasileira e Portuguesa, atuando por mais de 40 anos como professora de Literatura e Produção Textual. É natural de São José do Barreiro, São Paulo, e reside há décadas em Campo Grande-MS.

Participou de inúmeros congressos de educação, sempre com ênfase à valorização da Leitura e da Escrita. Nos setores privado e público, desenvolveu trabalhos de Assessoria e Consultoria em Língua Portuguesa no Estado de São Paulo e em Campo Grande-MS.

Quanto às suas publicações, publicou a coletânea Poemas gota a gota; foi responsável pelo lançamento de Antologias em prosa e verso, e em parceria com Fábio Gondim publicou 101 Reinvenções, uma Antologia de 101 poetas do Mato Grosso do sul, com poemas inspirados na poética de Manoel de Barros; Prosas e Segredos da Morena, uma coletânea de contos baseados em Campo Grande; e 101 Reinvençõezinhas - antologia de poemas infantis. Publicou a coletânea Era uma Vez – Histórias Infantis em prosa e verso e seu livro de poemas Na Trilha das Formigas. Tem inúmeras publicações de ensaios críticos em revistas e jornais.

Veja também

Imagem sobre suposta mudança deixou alguns usuários intrigados. Segundo a rede social, os rumores sobre a novo recurso não são verdadeiros.

Últimas notícias