MidiaMAIS

Baterista de Campo Grande morre vítima de Covid no domingo de Páscoa

Pimpo fazia parte da banda Whisky de Segunda e faleceu após complicações do vírus

Nathália Rabelo Publicado em 04/04/2021, às 13h21

Baterista Pimpo
Baterista Pimpo - Foto: Reprodução/Facebook

Marcus Paulo Malagolini Ribeiro, mais conhecido como Pimpo, faleceu na manhã deste domingo (4) de Páscoa vítima de Covid-19. Pimpo era conhecido em Campo Grande pelos seus anos de trabalho na música. Ele integrava a Whisky de Segunda, banda tradicional de blues da Capital que é inspirada nos grandes músicos da década de 50 e 60. O baterista foi diagnosticado com o novo coronavírus e não resistiu às complicações.

Nas redes sociais, o grupo prestou homenagem ao companheiro. “Pimpo era um amigo de longa data e um dos melhores bateristas de blues do MS".  Robson Pereira faz parte da Whisky de Segunda e contou ao MidiaMais que Pimpo vivia o blues. Eles se conheceram em um antigo café de Campo Grande, enquanto o baterista tocava. Eles se reencontraram depois em um outro bar tradicional de blues da época, momento em que Pimpo integrou a banda.

“Ele era um cara de muito bom espírito, de muito bom humor. Cuidava da família, da mãe dele, era muito batalhador. É um cara que deixa muita saudade porque ele tinha uma presença de espírito muito peculiar”, disse Robson.

Nas redes sociais, família, amigos e fãs prestam homenagem ao baterista e relembram momentos inesquecíveis ao lado de Pimpo. “Nosso irmão de vida e de banda”, escreveu a Whisky de Segunda.

Jornal Midiamax