MidiaMAIS

Pandemia, desemprego e calorão forçam músico mineiro a vender água nas ruas

Com uma viola na mão, um amigo  chamado Solano e a família a tiracolo, o cantor mineiro Rafa Mota desembarcou em Dourados para tentar ganhar a vida. Entretanto, o sonho de sobreviver da arte acabou depois de uma única apresentação em um barzinho da cidade. A dupla de música sertaneja que cantava em São Paulo, […]

Marcos Morandi Publicado em 14/09/2020, às 15h30 - Atualizado às 15h56

Água mineral virou fonte de renda. (Foto: Marcos Morandi, Midiamax)
Água mineral virou fonte de renda. (Foto: Marcos Morandi, Midiamax) - Água mineral virou fonte de renda. (Foto: Marcos Morandi, Midiamax)

Com uma viola na mão, um amigo  chamado Solano e a família a tiracolo, o cantor mineiro Rafa Mota desembarcou em Dourados para tentar ganhar a vida. Entretanto, o sonho de sobreviver da arte acabou depois de uma única apresentação em um barzinho da cidade.

A dupla de música sertaneja que cantava em São Paulo,  veio movida por relatos de que as noites douradenses eram promissoras, mas os primeiros acordes  não resistiram à pandemia do coronavírus.

“Eu estava vivendo só de música. Cheguei aqui praticamente na semana em que tudo foi fechado. Tinha um carro e vendi pra fazer dinheiro, mas não deu certo”, relata o músico que viu no calor escaldante de quase 40 graus dos últimos dias, uma esperança de dias melhores.

Segundo ele, as coisas foram tomando um rumo que não foi o que ele tinha planejado para a mulher e dois filhos.  “As coisas começaram a ficar ruim e um dia desses com calor insuportável e andando pela Marcelino Pires vi que a minha salvação seria vender água mineral. Eu aqui estou eu garantindo a nossa sobrevivência”.

Rafa também relata que  dupla teve que ser desfeita. Segundo ele, o parceiro Solano desistiu da dupla e foi para o Mato Grosso trabalhar com a família. Enquanto mata a fome com as vendas de garrafas de água, sacia a sede de um dia sobreviver da arte com vídeos esparrados pelo Youtube.

Pandemia, desemprego e calorão forçam músico mineiro a vender água nas ruas
Cantor continua fazendo vídeos no Youtube.
Jornal Midiamax