MidiaMAIS

Na 2ª edição, Festival de Folclore quer espaço no calendário da Capital

Com grupos brasileiros, paraguaios e bolivianos, a 2ª edição do Festival Sul-Americano de Folclore  será realizada entre os dias 3 e 5 de agosto, na Praça do Rádio, em Campo Grande. Ainda com uma programação tímida, a ideia é lutar para que o evento ganhe espaço no calendário da Capital. “Apesar de não ter um apelo […]

Mariana Lopes Publicado em 10/07/2018, às 17h48 - Atualizado em 11/07/2018, às 09h31

None

Com grupos brasileiros, paraguaios e bolivianos, a 2ª edição do Festival Sul-Americano de Folclore  será realizada entre os dias 3 e 5 de agosto, na Praça do Rádio, em Campo Grande. Ainda com uma programação tímida, a ideia é lutar para que o evento ganhe espaço no calendário da Capital.

“Apesar de não ter um apelo turístico, Campo Grande é um pólo receptor de fluxo e reproduz a miscigenação cultural”, explica a presidente da Comissão Sul-Mato-Grossense de Folclore e idealizadora do festival, Marlei Sigrist.

Ideia reforçada pelo secretário de Cultura de MS, Athayde Nery. “Campo Grande é uma capital com muitas colônias e necessita de eventos dessa natureza, como um festival que agrega todas as nossas influências”, diz.

A primeira edição do Festival Sul-Americano de Folclore foi realizada em 2014, em Ponta Porã. E mesmo que o evento ainda caminhe a passos lentos no Estado, Marlei ressalta a importância de resistir dentro do cenário cultural.

Na 2ª edição, Festival de Folclore quer espaço no calendário da Capital
A presidente da Comissão Sul-Mato-Grossense de Folclore, Marlei, e so secretário de Cultura de MS, Athayde Neri

“É essencial para o povo conhecer as próprias raízes identitárias, e isso é feito através do folclore, das festas populares. Falta cultura política para não deixar o movimento morrer”, ressalta Marlei.

A 2ª edição do Festival de Folclore é realizada com verba do FIC (Fundo de Inventivo à Cultura), que repassou R$ 129 mil para o evento, correspondente ao edital de 2016. Porém, o incentivo foi liberado somente em dezembro de 2017.

Em 2018, a primeira etapa do festival foi realizada de maio a junho deste ano, com oficinas para professores e curso de dança para dançarinos atuantes. Também foram realizadas atividades dentro das escolas, com os alunos.

Confira a programação completa das próximas atividades:

Sexta-feira (3)

18h – Abertura oficial e Apresentações artísticas: Grupo Camalote (MS), Ballet Folklorico Iberoamericano del Paraguay (PY), CTG Fagundes dos Reis (RS), Grupo Litani (MS), Embaixadores dos Reis Magos (MS), Catira de Camapuã (MS), Siriri Flor de Atalaia (MT) e Violas de São Gonçalo (MS).

Sábado (4)

– 9h – Desfile dos grupos artísticos pelo Centro de Campo Grande
– 14h30 – Apresentação dos grupos nos shoppings:
Norte Sul Plaza – Ballet David Sanches (PY), Associação Paramazon, Catira Camapuã (MS), Capoeira Arte Camará, Violas de São Gonçalo (MS)
Bosque dos Ipês – Ballet Folklorico Iberoamericano del Paraguay (PY), CTG Fagundes dos Reis (RS), Catira do Taboado (MS), Capoeira Quilombo (MS) e Camalote (MS)
– 18h às 22h – Apresentação na Praça do Rádio, com os grupos Violas de São Gonçalo (MS), Catira Camapuã (MS), Ballet David Sanches (PY), Catira do Taboado (MS), Tikay (BO), Capoeira Quilombo (MS), Cururueiros de MS, Camalote (MS), Associação Folclórica Paramazon (PA), Toro Candil de Amambai (MS)

Domingo (5)

– 17h30 – Apresentação na Praça do Rádio, com os grupos Terena da Aldeia Limão Verde (MS), Grupo Acaba (MS), CTG Fagundes dos Reis (RS), Ballet David Sanches (PY), Associação Folclórica Paramazon (PA), Capoeira Arte Camará, Mahila e Tribos de Areia (MS), Ryukyu Koku Matsuri Daiko (Okinawa/MS), Ballet Folklorico Iberoamericano del Paraguay (PY) e Camalote (MS).

Exposição

Ainda dentro da programação do Festival de Folclore, terá a exposição “Universos da Cultura, de 17 de julho a 10 de agosto, na Biblioteca Pública Anna Luiza  Prado Bastos. A mostra terá a temática da Cultura Popular na arte de Cecílio Vera, Isac Saraiva e Petrícia Helney.

Ainda terá a exposição fotográfica “Retrospectiva 15 anos do Grupo Camalote de Danças Folclóricas”, registradas por Ivonete Simocelli.


Fale MAIS!

O que você gostaria de ver no MidiaMAIS?
Envie sua sugestão para o e-mail [email protected], ou pelos telefones 67 99965-7898/3312-7422.

E SIGA a gente no INSTAGRAM @midia_mais_

Jornal Midiamax