MidiaMAIS

Em prédio tombado do Exército, Sesc abre unidade para Cultura

O prédio é antigo, de 1922, e também tem endereço conhecido em Campo Grande, na avenida Afonso Pena, entre as ruas Rui Barbosa e 13 de Maio. Na fachada, o símbolo do Exército indica que o local tem dono, mas os Ipês de Isaac de Oliveira, que estampam a estrutura do lado de fora, mostram […]

Mariana Lopes Publicado em 03/05/2018, às 14h52 - Atualizado em 04/05/2018, às 18h03

Foto: Marcos Ermínio
Foto: Marcos Ermínio - Foto: Marcos Ermínio

O prédio é antigo, de 1922, e também tem endereço conhecido em Campo Grande, na avenida Afonso Pena, entre as ruas Rui Barbosa e 13 de Maio. Na fachada, o símbolo do Exército indica que o local tem dono, mas os Ipês de Isaac de Oliveira, que estampam a estrutura do lado de fora, mostram que ele ganhou um novo ar. O cenário militar carregado de história e bravura cedeu espaço à arte e à cultura.

O Sesc Cultura abre as portas à população nesta sexta-feira (4), a partir das 10h, com um estrutura toda voltada a quem procura consumir e oferecer arte em todas as linguagens, do teatro à música. Mas afinal, o que esta nova unidade do Sesc irá oferecer aos visitantes!?

Logo na recepção, a biblioteca dá as boas vindas a quem chega no prédio. O espaço contém estrutura apropriada para leitura e um acervo com títulos voltados à cultura e à arte, além de um material regional, infantil e estrangeiro. A biblioteca também oferecerá um acervo acessível a pessoas com deficiências visuais. Qualquer obra poderá ser emprestada, desde que seja apresentado um documento pessoal e feito um cadastro.

Em prédio tombado do Exército, Sesc abre unidade para Cultura
Biblioteca | Foto: Marcos Ermínio

Prosseguindo o tour pela prédio, ao passar a recepção o visitante entra no saguão, onde há as escadarias, revestidas de tapete vermelho, e lustres originais da época.

Passando o saguão, há uma espécie de arena, que dará espaço para apresentações de espetáculos em formato de teatro de rua ou palco giratório.

Ainda no primeiro piso, tem a Sala de Cinema, com espaço para 35 pessoas e a Sala de Exposições, onde terão mostras de artes temporárias. E também há um Café aberto ao público.

No piso superior, há a Sala Multiuso, um espaço despretensioso, para relaxar, com puffs e uma janela que dá acesso à sacada com vista para a avenida Afonso Pena, na qual, outrora, o comandante do Exército falava às tropas.

Ao lado, fica a Sala de Artes Plásticas, que conservam os pisos originais e onde serão realizadas oficinas e cursos. Seguindo o corredor, tem a Sala de Música, onde terão apresentações musicais, com espaço para 100 um público de até 100 pessoas.

A próxima sala é de Artes Cênicas, que é como um espaço de ensaio, que também poderá ser usado por grupos e companhias teatrais e de danças de Campo Grande, tudo mediante a agendamento.

Por fim, ainda no segundo piso, há uma sala reservado ao Museu do Exército, com um acervo que já era exposto no prédio. Toda a revitalização do espaço custou R$ 2,5 milhões.

Fora a estrutura oferecida aos realizadores de arte em Mato Grosso do Sul, o Sesc Cultura também traz a programação da casa. Confira as primeiras atividades do espaço:

Em prédio tombado do Exército, Sesc abre unidade para Cultura
Galeria com as pinturas do artista plástico Edson Castro | Foto: Marcos Ermínio

Nesta sexta-feira (4), terá a vernissage do artista plástico corumbaense Edson Castro, que inaugura a galeria com a exposição do happening que apresentou em Paris, embalado pela música do grupo de jazz El Trio e pelos movimentos da bailarina Júlia Aissa. A vernissage será às 19h, e a exposição vai até 31 de julho.

Na próxima semana, no dia 8 de maio, às 19h, terá o bate papo sobre a obra de Edson Castro, com a presença do próprio artista, com a crítica de arte Maria Adélia Manegazzo e da psicanalista em formação Denise Vasconcelos.

No sábado (5), das 15h às 18h, terá oficina de pintura, vídeomapping e educação patrimonial para crianças. No mesmo dia, às 19h, terá o proejto Arte da Palavra, com Susana Morais e Fiego Gibran, de Pernambuco, com o Clássicos em Cordel.

Ainda com o projeto Arte da Palavra, terá a oficina livre de tradução com o paranaense Christian Schwarts, entre os dias 8 e 12 de maio. As aulas serão de terça a sábado, das 18h30 às 22h30, e sábadi, das 9h às 13h.

Nos dias 9 e 11 de maio, o Cinema do Sesc Cultura irá exibir o filme Tropicália, com sessões às 19h.

Toda a programação está disponível no site do Sesc – sesc.ms. A unidade do Sesc Cultura fica na avenida Afonso Pena, 2.270, no Centro. O horário de funcionamento é de terça-feira a sábado, das 10h às 19h30.

O Sesc Cultura abre para o público a partir desta sexta-feira (4), com funcionamento de terça-feira a sábado, das 10h às 19h30.

Jornal Midiamax