MidiaMAIS

Macaco-Prego se exibindo para moradores é a coisa mais fofa do seu dia

Flagra foi feito em bairro da Capital 

Midiamax Publicado em 28/06/2017, às 14h26

None

Flagra foi feito em bairro da Capital 

No bairro Maria Aparecida Pedrossian, em Campo Grande, os moradores estão habituados a presença quase que diária de macacos-prego, mas a relação entre animal e ser humano podem se mostrar mais afetuosa a cada dia.  O animal silvestre não ter vergonha, e tentar interagir com quem passa pela rua Manoel Padial. 

Na tarde de terça-feira (27), uma moradora a caminho do posto de saúde do bairro, foi surpreendida pelo macaco, que em cima do muro se exibia para quem passava. “Levei foi um susto, mas ele continuou tranquilo, não tem timidez nenhuma, e foi chegando gente para ver o visitante de perto”, diz a moradora. Segundo ela, os macacos passaram a ser vistos com maior intensidade no último ano. “Saem em busca de comida, mas parece que gostam de ver o movimento de pessoas”, comenta.  

O animal faz parte de um grupo de centenas de macacos e de várias espécies que habitam o APA (Área de Preservação Ambiental) do Lageado, localizado entre o Maria Aparecida Pedrossian e o condomínio Dahma. A espécie é conhecida por ser adaptável, e capaz de viver em ambientes extremamente perturbados pelo homem, sendo encontrados, inclusive, em ambientes altamente industrializados e urbanizados. 

Mas de se mostrarem dóceis, o veterinário Rodrigo Costa Leal alertou para a população não mantenha proximidade com estes animais e principalmente, evitar alimentá-los. “Eu não índico, principalmente por causar problemas de saúde, e ainda, os animais podem invadir residência, e são transmissores de zoonoses. Pode difundir febre amarela, raiva, pode morder”, orienta. 

WhatsApp: fale com os jornalistas do Midiamax

O leitor enviou as imagens ao WhatsApp do Jornal Midiamax no número (67) 99207-4330. Flagrantes inusitados, denúncias, reclamações e sugestões podem ser enviados com total sigilo garantido pela lei.

Jornal Midiamax