Difusora Pantanal é a primeira rádio de MS a migrar de AM para FM

Rádio surgiu nos anos 30
| 27/04/2017
- 23:38
Difusora Pantanal é a primeira rádio de MS a migrar de AM para FM

Rádio surgiu nos anos 30

Foi outorgada nesta quinta-feira (27), em Diário Oficial da União, a autorização para migração da Sociedade Rádio Difusora AM 1240, para a frequência FM, cujo número passa a ser FM 101.9. A divulgação dessa mudança começou em outubro de 2016, contabilizando mais de 300 rádios ao redor do Brasil. Na Capital, a Difusora Pantanal é a primeira a migrar de AM para FM. 

Segundo informações da rádio, muita coisa muda, já que a partir de agora haverá tanto uma qualidade superior, já que é modulada, quanto a inserção num som estéreo. A operação do som passa a ser superior, sem ruídos e chiados. A rádio afirma que a programação deve manter-se na mesma linha, com programas políticos e de entretenimento, mas os equipamentos serão totalmente renovados. A valorização também é melhor perante o mercado. Oficialmente, o sinal de AM deixa de existir em 180 dias, quando a rádio devolve a outorga do sinal AM, que será desligado. Outras rádios AM de Mato Grosso do Sul deverão passar por este processo. 

A Sociedade Rádio Difusora foi a primeira rádio do Estado de Mato Grosso do Sul quando houve a divisão entre MS e Mato Grosso, e existe desde os anos de 1930. Porém, mesmo sendo a primeira rádio do Estado, sua migração ser a primeira é coincidência, já que existe um processo burocrático por trás, que inclui certidões, documentos e prazos, exigências que já foram cumpridas. 

A rádio surgiu na mesma época que rádios famosas como a Record e a Tupi, em São Paulo. Antes se chamava PRI-7. Em 1995, filiou-se à Rede CBN, onde permaneceu por 10 anos. A rádio também funciona online e pode ser ouvida pelos usuários a qualquer momento. Nas ondas, seu alcance tem um raio de 300 km em linha reta. 

Veja também

Cantores de Mato Grosso do Sul cantaram junto na festa da fogueira de Jateí

Últimas notícias