MidiaMAIS

De bandido a amigo de Milton Nascimento, Japa lança livro em Campo Grande

Obra será lançada na Capital 

Daiane Libero Publicado em 11/04/2017, às 09h00

None
17841632_1663506696999196_573602293_n.jpg

Obra será lançada na Capital 

É impossível não se impressionar com a trajetória de vida do campo-grandense Danilo Nuha, narrada no livro “Nada Consta”, que será lançado no Café Cult em Campo Grande, nesta terça-feira, às 20h. Com apenas 36 anos, ele já foi vendedor de discos, aspirante a bandido e contrabandista em Tóquio e Bali, operário de fábrica no Japão, jornalista de um famoso jornal brasileiro na terra do sol nascente, onde teve acesso à entrevistas exclusivas com a nata da MPB (Música Popular Brasileira), entre tantas outras coisas.

Chega a ser pouco um parágrafo para descrever tudo. O livro, que terá seu primeiro lançamento oficial realizado por aqui, é um misto de histórias e passagens da vida de Danilo, conhecido como Japa, que hoje trabalha lado a lado com nada mais nada menos que Milton Nascimento, ou Bituca, como Japa o chama. Inclusive, por seu trânsito entre tantos artistas consagrados, Chico Buarque, Daniel de Oliveira e Alexandre Nero já recomendaram a obra, que também angariou uma resenha muito feliz do jornal O Globo.

Japa falou com a reportagem do MidiaMAIS, e se disse muito feliz com esse fato. “Além de ter lançado esse livro, também sou diretor artístico do novo show do Milton, e o livro saiu junto com a turnê. Então apareceu a oportunidade de lançar aqui em Campo Grande, na agenda de shows”, revela Danilo. Ele afirma que o lançamento, tal qual tudo em sua vida, não será aquele momento “engessado”, e sim uma festa para os seus amigos. “Chamo de ‘antilançamento’”, brinca. Ele conta que pensa na obra desde que trabalhava na fábrica no Japão, há tanto tempo atrás. “Sempre pensei em escrever. Todas as tentativas não davam certo. Agora nos últimos três anos decidi que ia terminar, peguei como prioridade e contei com a ajuda de um amigo, Daniel Amorim, de Campo Grande”, revela.

Chico Buarque ao lado de Danilo / Foto: Acervo pessoalO nome do livro, “Nada Consta”, surgiu em parceria com sua editora, já que ele teve que reunir fotos e documentos sobre sua vida para a obra e acabou se deparando com um documento de antecedentes criminais. Mesmo já tendo sido preso no Japão por algumas horas – experiência que ele relata ter sido difícil de relembrar, pela má lembrança – sua ficha continua limpa, e ali escrito “Nada Consta”. “Ela viu tudo aquilo e disse ‘é o nome do livro’, deu muito certo”, descreve.

Trajetória ímpar

Mesmo antes de ser um jovem vivendo uma aventura intensa no Japão, a história de Danilo é muito diferente e ímpar. Para começar, com apenas dois dias de vida, ele foi abandonado pela mãe biológica no balcão do Bar Boa Sorte, hoje Pastelaria do Milton, no centro da Capital. A família proprietária do bar, os Nuha, acolheram o bebê e o registraram na família. Danilo cresceu no clã Nuha-Okumoto, e via festas de família acontecerem o tempo todo ao seu redor. Segundo ele descreve no livro, “ser criado em botequim é a certeza da boêmia precoce”.

Japa e Bituca, o cantor Milton Nascimento / Foto: Acervo pessoalQuando o Bar Boa Sorte fechou, seu pai o aconselhou a buscar uma vida melhor, e ele foi para o Japão. Depois morou no Rio de Janeiro, e vendia discos para Milton. Foram tantas profissões e tantos momentos incríveis, vivenciados por Danilo, que o livro é recheado de uma linguagem leve, emocionante, como se o leitor estivesse ombro a ombro em vários episódios, como aquele em que ele e o músico João Donato encontraram o rei Roberto Carlos. “O livro deixa uma incógnita no final. O que eu estou fazendo agora?”, brinca Japa.

Espaço aconchegante e literário

De bandido a amigo de Milton Nascimento, Japa lança livro em Campo GrandeO livro “Nada Consta” será lançado em um novo espaço cultural de Campo Grande, o Café Cult, que abre as portas oficialmente também nesta terça (11). Segundo a sócia-proprietária Ludmila Ferraz, além de ser um espaço para encontros, debates e palestras, servir cafés e funcionar no estilo bar, o local traz cabines de estudos para quem deseja estudar com um acervo de obras à disposição. “Queremos trabalhar com livros que estimulem o senso crítico das pessoas, e para nós fazer o lançamento do livro traz um viés muito bacana”, define.

Segundo ela, o café bar traz música ambiente agradável e irá realizar vários eventos literários e voltados para quem está se preparando para concurso.  O local fica na Rua da Paz, em uma residência transformada para isso. “Cresci naquela casa, meus irmãos também, e a gente quis inovar, criar um espaço diferente onde as pessoas se sintam em casa”, acrescenta.

SERVIÇO –  O Café Cult fica na Rua da Paz, 1236, Bairro Jardim dos Estados. O lançamento do livro acontece às 20h. Informações: (67) 98146-0120.

Jornal Midiamax