MidiaMAIS

Espetáculo ‘Autópsia’, do Grupo Sutil Arte, apresenta universo marginal de Plínio Marcos

Peça fica em cartaz de hoje até domingo

Guilherme Cavalcante Publicado em 29/01/2016, às 17h41

None
dsc02462.jpg

Peça fica em cartaz de hoje até domingo

Entra em cartaz nesta sexta-feira o espetáculo Autópsia, da cia. de teatro Grupo Sutil Arte, que traz fragmentos de espetáculos do dramaturgo paulista Plínio Marcos, conhecido por explorar segmentos sociais marginalizados em suas obras. Por isso mesmo, a montagem brasiliense recebe o nome 'Autópsia', porque se propõe, por meio dos fragmentos de Plínio Marcos, a dissecar o lado mais visceral do ser humano, como fez o autor na década de 1970.

A adaptação traz fragmentos e releituras de cinco clássicos do 'autor maldito' – 'Navalha na Carne', 'Querô: Uma Reportagem Maldita', 'Dois Perdidos numa Noite Suja', 'Abajur Lilás' e 'Quando as Máquinas Páram'. Os fragmentos foram distribuidos em dois atos independentes, mas que na completude buscam dialogar com o expectador o universo marginal de décadas atrás.

A montagem é a reação de uma produção surgida em 2011, na Faculdade de Artes Dulcina de Morais, que recebeu coordenação de Jonathan Andrade, diretor do espetáculo. Tornou-se, com o tempo, a oportunidade de discutir liberdade, opressão e a violência no contexto da essẽncia humana – o tripé da proposta do espetáculo.

“É a possibilidade de discutir questões por vozes que são ignoradas pela sociedade. Acima de qualquer coisa, Autópsia fala de humanidade, afeto e princípio de tolerância. É um assunto contemporâneo a qualquer tempo. Hoje, por exemplo, vivemos um momento de crise, com aumento do desemprego e aflição. São personagens que quando a gente esmiúça, caem na própria sala de casa e muito próximo da gente”.

Com mais de 4 mil expectadores, 'Autópsia' foi considerada a melhor montagem  de Brasília no ano de 2014 e agora segue por cidades do Brasil. Aclamado pela crítica, terá temporada gratuita no teatro Sesc Horto, em curta temporada, até este domingo.

Serviço  – Apresentações dias 29, 30 e 31 de janeiro, no Teatro Prosa do Sesc Horto, sendo às 19 horas o primeiro ato e às 21 horas o Ato II. A entrada é franca e os convites devem ser retirados no Sesc Morada dos Baís a partir do dia 28/01. A classificação indicativa é 18 anos. Outras informações sobre o espetáculo www.espetaculoautopsia.com.br

Jornal Midiamax