MidiaMAIS

6 pontos de Internet wifi grátis que muita gente nem sabe que existem

O MidiaMAIS traz onde dá para se conectar sem gastar seu plano de dados

Guilherme Cavalcante Publicado em 06/04/2016, às 09h20

None
parquenacoes2.jpg

O MidiaMAIS traz onde dá para se conectar sem gastar seu plano de dados

Hoje em dia quase todo mundo que tem um smartphone entende bem daquela angústia ao precisar conectar-se, mas não ter sinal do 3G. O que resta, no caso, é correr atrás de uma rede wifi aberta, isso quando há uma. Mas, o que muita gente ainda desconhece é que em Campo Grande, em locais de grande aglomeração, há diversos pontos de acesso gratuitos para você sair navegando em suas redes sociais.

É claro que hoje em dia tem até conveniência com Internet wifi. Restaurantes, bares e outros estabelecimentos que faltarem com esse serviço estarão um passo atrás da concorrência. Mas, na lista de hoje, trouxemos áreas públicas ou abertas ao público que costumam reunir muita gente e que juram que oferecem conexão gratuita wifi de qualidade.

Ah, e se você testou algumas delas, deixe sua experiência nos comentários! Confira.

1. Parque das Nações Indígenas

Parque das Nações Indígenas também tem wifi / Divulgação

Um dos principais cartões postais da cidade, o Parque das Nações Indígenas é um dos lugares públicos com conexão sem fio em sua extensão. Para utilizar, basta fazer um cadastro no local e usufruir da Internet gratuita.

2. Terminais de ônibus de Campo Grande

Terminais de ônibus também têm o serviço, pelo menos alguns / Divulgação PMCG

O IMTI (Instituto Municipal de Tecnologia da Informação), que faz parte da Prefeitura de Campo Grande, coordena o projeto Internet Morena, que oferece aos usuários de serviços públicos conexão gratuita à Internet. Usuários de transporte público de Campo Grande contam com o serviço nos terminais Júlio de Castilho, General Osório, Morenão, Guaicurus, Nova Bahia, Terminal de integração Hércules Maymone e Terminal Nova Bahia.

3. UPAs e CRS

UPAs 24h têm Internet grátis / Arquivo Midiamax

O projeto Internet Morena também está presente nas UPAs (Unidades de Prontoatendimento), que ficam na Vila Almeida (Rua Ministro José Linhares s/n – Vila Almeida), Coronel Antonino (Rua Dr. Meireles s/n – Cel Antonino) e no Universitário (BR 163 – Universitário).

O serviço também é oferecido nas CRS (Centros Regionais de Saúde) Coophavila (Rua Península s/n – Coophavilla II), Aero Rancho (Avenida Rachel de Queiroz s/n), Tiradentes (Avenida José Nogueira Vieira s/n – Tiradentes) e Nova Bahia (Avenida Senhor do Bonfim 26 – Mata do Jacinto)

4. Shopping Campo Grande

Praça de eventos oferece conexão wifi grátis / Divulgação

Internet gratuita é oferecida aos frequentadores do Shopping Campo Grande na Praça Central, local onde ocorrem os eventos itinerantes e que dá acesso à praça de alimentação.

5. Shopping Bosque dos Ipês

Praça de alimentação é hotspot / Divulgação

O mais novo centro comercial de Campo Grande também oferece o serviço de Internet gratuita em alguns pontos do shopping, como praça central e praça de alimentação.

6. Aeroporto Internacional de Campo Grande

Infraero dá 30 min de acesso gratuito / Arquivo Midiamax

O acesso gratuito à Internet é prestado basicamente nas salas de embarque doméstico e/ou internacional, por 30 minutos, após o preenchimento de cadastro. Dá para aproveitar mais 15 minutos caso o passageiros responda a uma pesquisa.

Tem, mas ta faltando…

Fonte da praça Ary Coelho / Divulgação / PMCG

Sobre a Internet Morena, da Prefeitura de Campo Grande, locais como a Feira Central, Praça Ary Coelho, Terminal Bandeirantes, Terminal Aero Rancho e Terminal Moreninhas são hotspots do Internet Morena, mas estão, atualmente inoperantes. No caso da praça Ary Coelho, devido à conversão do sinal de rádio para fibra ótica.

A Prefeitura de Campo Grande não informou qual a previsão de restabelecimento de sinal wireless nestes locais. Você ainda pode conferir todos os pontos de acesso com wifi gratuita da Prefeitura clicando AQUI.

O Shopping Norte Sul Plaza afirmou que em breve oferecerá o serviço, mas que devido à condições técnicas dos provedores de sinal na região, um estudo maior está sendo realizado para que o serviço seja ofertado com qualidade.

Fale com o MAIS!

O que você gostaria de ler no MidiaMAIS? Envie um e-mail pra gente com a sua sugestão para [email protected].

Jornal Midiamax