MidiaMAIS

Para montar espetáculo, diretor teatral se inspira em livro da filha de 2 anos

Lúdico, a peça terá gnomos, bruxas e duendes

Carol Alencar Publicado em 05/08/2015, às 09h04

None
aretha_e_marcos.jpg

Lúdico, a peça terá gnomos, bruxas e duendes

Depois que virou pai, o diretor de teatro Marcos Moura teve um motivo a mais para suas inspirações e criações teatrais. Há 2 anos e 10 meses nasceu Aretha, que é, sem dúvida, uma fonte de amor e inspiração para o diretor.

“Ah, ela é sem dúvida uma inspiração para mim, aprendo diariamente tudo com ela, acho que me encontrei como pai, parece que tudo que aprendi nessa vida esta ali, num bom dia dela ou em seu sorriso… é muito gratificante”, diz o paizão.

Conhecido pelo espetáculo de bonecos, Manual de Barro, onde retrata a poesia do saudoso Manoel de Barros, Moura traçou o roteiro com uma história lúdica e claro, colorida.

Manual de Barro foi uma das grandes produções do diretor que, na época, confeccionou todos os bonecos e ainda interpretou em cena, o famoso andarilho corcunda cheio de trapos e cacarecos.

“O andarilho foi uma fonte de inspiração que tive na época e era uma incógnita, porque algumas crianças tinham medo e outras não… minha filha não tem… certo dia, numa apresentação, ela pediu para ir com o andarilho para dentro da poesia; corajosa ela né”, conta.

Máscaras criadas pelo diretor e publicada para aprovação dos amigos no FacebookAntes de Aretha ser sua parceira na arte, Marcos já investia no universo infantil. Agora, que ela está numa fase mais ‘companheira’, ele esta criando um novo espetáculo que pretender agradar a imaginação dos pequenos.

Em seu perfil do Facebook, ele posta o processo de criação e vai, junto de seus amigos, construindo o roteiro do novo espetáculo que ainda não tem nome.

“Nossa nova criação tem muita imaginação e a Aretha tem muita responsabilidade nisso, aliás, ela foi fundamental para a idéia se concretizar, foi por conta de um livro que ela pediu e compramos, que trouxe todo esse universo e vida para o próximo espetáculo; já as postagens no Face, de alguma forma acabam tendo um feedback pra gente ir se baseando, se está legal ou não”, explica.

O livro, ‘Lendas do Bosque – Fadas, Dragões, Gnomos e outros’ da Editora Girassol e tem tudo a ver com o que vem por ai. Segundo Moura, além dos bonecos que estão no preparo, ele está fazendo todas as máscaras a serem utilizadas na peça.

“O mais engraçado é que no livro, a bruxa termina boa, então eu sei que vamos deixá-la com uma aparência de bruxa mesmo, com verrugas e pêlos, mas que no final, ela terá de ser boa, porque é isso que minha filha entende”, diz.

Processo criativo

As máscaras são feitas com gesso e silicone. Ainda de acordo com o diretor e pai da Aretha, toda confecção é muito simples, basta pegar o molde do rosto do ator e trabalhar em cima disso.

“Depois que moldo a face dos atores, com gesso, passo em cópia para silicone e vou trabalhando o nariz, bochechas e etc…até chegar no modelo que minha cabeça pensa… e por ai vai”.

O espetáculo conta com três atores, Tonny di Paula, Joyce Sam e o próprio Marcos, que esta construindo o espetáculo de maneira independente, ou seja, sem recursos.

Já no cenário, uma vassoura equipada, semelhante a do filme ‘Convenções das Bruxas’ está sendo preparada.Aretha, quando era menorzinha em meio aos bonecos criados pelo papai

“A gente faz por amor a arte, e usa as estratégias que tem, como um simples livro da minha filha, que deu todo o norte para a criação desta produção…vamos focar na maquiagem e em efeitos especiais e fazer um espetáculo bem lúdico com tudo que temos direito”, conclui.

Nós do MidiaMAIS vamos acompanhar todo o processo de criação do próximo espetáculo do diretor Marcos Moura. Sabemos que o universo infantil vivencia o lúdico e o imaginário com freqüência e, não temos dúvida de que, por ser uma produção independente, feita na garra, terá uma grande repercussão. 

Jornal Midiamax