MidiaMAIS

Ex-baixista do Ramones fará show em Cuba pela primeira vez

Show está marcado para setembro  

Midiamax Publicado em 12/08/2015, às 23h22

None
c.j.ramone-brasil.jpg

Show está marcado para setembro

ChristopherJosephWard, “CJ Ramone“, ex-baixista da mítica banda Ramones, se apresentará pela primeira vez em Cuba no Festival Habanarte, em setembro, a primeira apresentação de uma banda de punk rock dos Estados Unidos na ilha, informou nesta quarta-feira o jornal oficial “Granma“.

“Faz um tempo que tentava encontrar uma forma de me apresentar em Cuba”, declarou ao “Granma” o músico americano, que confirmou dois shows, dias 12 e 13 de setembro, quase um mês depois da data prevista para a abertura oficial da embaixada dos Estados Unidos em Havana e da histórica visita do secretário de Estado americano, John Kerry.

Com a esperança de arrecadar US$ 15 mil para financiar a tour e a realização de um documentário, CJ Ramone começou na segunda-feira, 11, uma campanha no site Indiegogo que o ajudará a “levar a bandeira dos Ramones a Cuba”.

Em apenas um dia a campanha reuniu US$ 1.531 e promete, entre outras recompensas, camisetas da turnê, cópias do filme, crédito de produtor executivo (para doações de US$ 5 mil) e um baixo Fender P-Bass como o usado por Dee Dee e que CJ Ramone tocará em seus shows na ilha.

Embora as viagens dos cidadãos americanos a Cuba ainda estejam sujeitas a restrições, o roqueiro chegará aos palcos como parte da troca cultural entre a ilha e os Estados Unidos, que já levou grandes nomes da música americana, como Billy Joel, Kris Kristofferson, La Fania All Stars e John MCLaughlin.

“Há muito tempo não estava tão entusiasmado como agora com uma turnê internacional”, acrescentou CJ, que substituiu o lendário Dee Dee Ramone desde 1989 a 1996.

O roqueiro comentou que quer conhecer “sua vida, seus museus, seu circuito noturno, sua cultura e especialmente todos os fãs dos Ramones”.

O ex-Ramone estreará na ilha com uma banda integrada por Dave Soto e Dan Root, guitarristas do pioneiro grupo de punk californiano The Adolescents, e John Frochaux, baterista do grupo de punk panamenho Lucy Fernández.

Após a dissolução do grupo líder do punk, (que entrou no Salão da Fama do Rock and Roll em 2002), CJ continuou sua carreira solo e já gravou já três discos.

Jornal Midiamax