MidiaMAIS

Com decoração retro, casa do cheesecake usa grafite-arte no estilo parisiense

Maison Cheesecake é um mimo por si só

Carol Alencar Publicado em 15/04/2015, às 09h19

None
_mg_0646.jpg

Maison Cheesecake é um mimo por si só

O espaço é encantador e cheio de mimos. As mesinhas de madeira com a combinação de cadeirinhas coloridas dão a entender que o ambiente é um minibistrô. A começar da fachada, que com um grafite arte – feito pela artista plástica Priscila Pessoa, convidam no estilo mais parisiense possível, os adeptos do doce que é o carro-chefe da confeitaria de estilo francês, ‘Maison Cheescake’.

Nas prateleiras, uma batedeira dos anos 50, uma vitrola, um telefone vermelho e muitos miniquadrinhos franceses ilustram a decoração retro da casa, que segundo os donos, ‘é um cantinho da França em Campo Grande’.

No cardápio, os minibolinhos, coloridos no sabor fruta e clássicos com sabor de chocolates e creme de amendoim, fazem a festa na vitrine refrigerada do ambiente.

O cheesecake significa ‘bolo de queijo’ e é feito a base de bolacha ou biscoito, um recheio cremoso com queijo e uma cobertura – ou de calda de frutas ou de chocolate.

Quanto aos sabores, os mais variados possíveis para todos os tipos de gostos. Tem cheesecake com calda de framboesa (divino), amora, morango, mirtilo, maracujá e até calda de damasco. Já para os chocólatras, os sabores de nutella, ganhache de chocolate e até raspas de bis.

A veterinária Thais Basso conheceu Alain Le Cornece, na França, quando ela foi fazer mestrado por lá. Como eram namorados, faziam muitas comilanças e tinham gosto pela gastronomia em si; aos poucos foram aprimorando e requintando os pratos de sobremesa, até chegarem numa combinação perfeita do cheesecake.

Assim como num bistrô, o casal recebeu a equipe do MidiaMAIS com um sorriso no rosto e foram aos poucos, contando como tudo aconteceu. “Nos conhecemos em Paris e desde então não consegui ficar longe dela; que assim que terminou o mestrado, voltou para o Brasil… e eu vim atrás”, brinca Alain.

A vinda dele possibilitou que o sonho de montar o próprio negócio do casal desse certo. O pontapé inicial surgiu num curso de empreendedorismo oferecido pelo Sebrae, que durante o curso, tinham que montar uma empresa – de qualquer coisa/ramo, em uma semana.

“Montamos a ‘maison’ em uma semana, levamos os cheesecakes para o grupo da sala que encomendou-os para o encerramento do curso e por ai foi….eles viraram clientes”, conta Thais. Não só os colegas de curso que viraram clientes do casal, mas amigos e familiares também tem um dedinho de responsabilidade no negócio.

Eles garantem que a mistura brasileira e francesa na composição dos ingredientes, de qualidade é claro, deram um toque especial aos cheesescakes que são produzidos com muito amor e carinho pela Maison.

Apesar da origem do cheesecake ser americana, o casal se especializou na França e trouxe a novidade, na primeira casa de cheesecake de Campo Grande. Ela fica na Rua 15 de Novembro, nº 2.621, três quadras abaixo de quem vem da Avenida Ceará. Além do carro chefe, o cardápio da Maison é recheado com quiches, crepes, croques, cafés, sucos, chás e tem até espumantes para os mais requintados.

Vale lembrar que a Maison aceita encomendas e, também, abre o espaço às noites para diferentes celebrações. Na ‘Quarta dos Amigos’ por exemplo, o kit com seis cheesecakes sai por R$ 20. Às quintas-feiras, o espaço realiza a ‘Quinta do Crepe’ e dá de brinde, uma taça de sangria. O local funciona de segunda à quarta até as 20 horas e de quinta a domingo até as 21 horas.

Jornal Midiamax