MidiaMAIS

Banda Pearl Jam promete doar cachê do show em BH para vitimas do acidente em Mariana

Tocando em solo mineiro pela primeira vez, o Pearl Jam fez show nessa sexta-feira

Midiamax Publicado em 21/11/2015, às 13h13

None
image.jpg

Tocando em solo mineiro pela primeira vez, o Pearl Jam fez show nessa sexta-feira

A tragédia que destruiu a vida de centenas de famílias em Mariana no último dia 5 de novembro comoveu os integrantes de umas mais importantes e engajadas bandas de rock do planeta, o Pearl Jam.

"É duro quando essas grandes empresas usam e abusam da terra apenas para lucrar. Sem nenhum respeito pelo meio ambiente eles provocam acidentes que destroem rios. Esperamos que eles sejam punidos e sejam cada vez mais punidos para que nunca se esqueçam do triste desastre causado por eles", disse Eddie Vedder em português.

Ainda segundo o vocalista da banda, a pretensão do grupo é criar um fundo para onde será destinado o valor arrecadado no show em BH. Assim, a banda pretende doar o cachê e os ingressos vendidos para as famílias atingidas pelo rompimento da barragem da mineradora Samarco.

Tocando em solo mineiro pela primeira vez, o Pearl Jam fez show nessa sexta-feira (20) no Mineirão. Foram três horas de apresentação, 36 músicas e pura empatia com seus mais de 40 mil fãs.

"Eu quero dizer uma coisa que eu nunca disse antes: 'E aí, Belo Horizonte?!' Temos um bom pressentimento para essa noite. O Mineirão é nosso!", disse o vocalista mais uma vez em português.

Um dos momentos mais emocionantes do show, no entanto, deu-se quando Ed pediu para que o público ligasse as lanternas dos celulares. E foi, em um Mineirão iluminado, que milhares de pessoas lembraram os mortos do ataque terrorista em Paris na noite de 13 de novembro. Em coro, músicos e público cantaram juntos "Imagine", de John Lennon.

Jornal Midiamax