MidiaMAIS

Acadêmicos do Pantanal cantou o espetáculo da vida na passarela do samba

O desfile falou sobre a magia do circo, mas fez crítica aos escândalos de corrupção no País

Midiamax Publicado em 17/02/2015, às 15h10

None
i.jpg

O desfile falou sobre a magia do circo, mas fez crítica aos escândalos de corrupção no País

Nas primeiras horas desta terça-feira de Carnaval entrou na Avenida General a Acadêmicos do Pantanal. Com o enredo “O mundo é um circo, a vida um espetáculo e ultimamente eu tenho sido o palhaço”, uma referência à magia do circo, mas também uma crítica aos escândalos de corrupção no País. A alegria dos palhaços, o colorido das fantasias das trupes circenses e as habilidades dos malabaristas foram destacadas. A penúltima escola a desfilar pelo Grupo Especial tentou surpreender as favoritas mostrando que a vida também é um grande espetáculo.

A comissão de frente, composta por 12 integrantes, mostrou um importante componente dos Circos: os malabaristas. O carro abre-alas destacou o Globo da Morte, famosa apresentação com motociclistas fazendo manobras arriscadas dentro de um círculo de ferro.

A Acadêmicos do Pantanal veio para a avenida com 700 componentes divididos em 13 alas e 3 carros alegóricos, mais um tripé. Os integrantes do espetáculo da lona vieram representados nas alas, entre eles os Palhaços, Ilusionistas, Cospe Fogo, Domador de Bichos, Cigano e Mágico.

À frente da bateria estava a rainha Thaís, com a fantasia que representou a Estrela do Espetáculo. Os 90 ritmistas vestiram fantasias nas cores verde, branco e dourado e transmitiram muita musicalidade e alegria na Passarela Pantaneira.  Com o samba composto por Marcos César, a Acadêmicos levou o picadeiro para o carnaval corumbaense.

História

Fundado em 2001, o Grêmio Recreativo Escola de Samba Acadêmicos do Pantanal traz em seu pavilhão as cores verde, branco, azul e amarelo. A Pantanal desfila no Grupo Especial desde 2013, quando levou para a avenida sua própria história através do enredo “Recordar é viver”, e conseguiu a quarta colocação com o tema. No último ano ficou também com a quarta colocação, à frente da escola de samba Marquês de Sapucaí, com o enredo “Se eu sonhar com alegria, aposto em você”, que contava a história do Jogo do Bicho.

O presidente, Fernando Willian da Costa, disse que, “viemos com o regulamento debaixo do braço para cumprir as regras”.

Jornal Midiamax