MidiaMAIS

Teatro da Juventude do RJ apresenta “A Colcha do Gigante” no Centro Cultural

Em sua 40ª Temporada Nacional, o Teatro da Juventude do Rio de Janeiro, em parceria com a Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul, apresenta neste final de semana no Centro Cultural José Octávio Guizzo a comédia infantil “A Colcha do Gigante”. As encenações acontecem sábado, às 16 horas e domingo, às 10h30 e […]

Arquivo Publicado em 26/03/2014, às 20h13

None

Em sua 40ª Temporada Nacional, o Teatro da Juventude do Rio de Janeiro, em parceria com a Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul, apresenta neste final de semana no Centro Cultural José Octávio Guizzo a comédia infantil “A Colcha do Gigante”. As encenações acontecem sábado, às 16 horas e domingo, às 10h30 e 16 horas no Teatro Aracy Balabanian. A peça tem duração aproximada de 60 minutos e classificação livre.

Com texto e direção de Luiz Arthur, o espetáculo é protagonizado por Marcelo Dusi, que interpreta os dois personagens principais: Talarico é o nome do macaquinho que ficou totalmente verde após cair dentro de uma lata de tinta, sendo muito teimoso, tagarela e travesso, mas acima de tudo muito inteligente, e que nasceu no quintal da casa de Dona Opalina, moradora de uma pequena aldeia que faz fronteira com a morada de um gigante mal humorado chamado Grandolino, que tem insônia e vaga pelas estradas.

Um dia, com a chegada da comitiva real, os moradores do vilarejo são obrigados a deixarem provisoriamente o local. Na viagem de partida, o macaquinho dorme sobre a carroceria do caminhão e quando acorda percebe que ficou para trás. Entre um solavanco e outro, Talarico caiu do caminhão. Mais tarde, é encontrado pelo gigante Grandolino que passa a noite caminhando pelas estradas.

Para sobreviver, o macaquinho aprende a agradá-lo. Primeiro, convence o gigante a levá-lo até o seu casarão. Lá, ele cobre o Grandolino com uma imensa colcha e inicia uma saga de contação de histórias. Tudo isso para chegar ao coração do gigante; daí em diante, o problema de insônia do Grandolino começa a ser amenizado.

“A peça proporciona a contação de história envolvendo a plateia e estimulando os pequenos espectadores sobre valores que são básicos na formação do indivíduo: a importância de fazermos amigos, sermos respeitosos, honestos, bondosos com nossos semelhantes, afinal todos habitamos esse planeta”, explica o diretor Luis Arthur.

Como nas temporadas anteriores, a pauta geral da excursão está integrada ao Programa Nacional de Formação de Plateias, que o grupo vem desenvolvendo há quatro décadas por sua própria iniciativa, sem qualquer patrocínio ou subvenção oficial e cujo objetivo é o estabelecimento do hábito do Teatro entre nosso povo, através de produções de alto padrão de qualidade dirigidas ao público infantil.

O Teatro da Juventude do Rio de Janeiro já apresentou no Teatro Aracy Balabanian a peça “Os Três Porquinhos ou Confissões de um Menino Levado”, em 2010, “O Macaco Cozinheiro da Arca de Noé”, em 2012 e “O Circo do Leão Equilibrista”, em 2013.

Serviço

Ingressos a R$ 40,00 (inteira) e R$ 20,00 (meia). A meia-entrada é valida para os acompanhantes das crianças, estudantes, doadores de sangue, idosos e estarão à venda a partir das 9 horas do sábado (29) no Centro Cultural José Octávio Guizzo, que fica na rua 26 de Agosto, 453, entre a Calógeras e a 14 de Julho. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 3317-1795.

Jornal Midiamax