MidiaMAIS

Livro de corumbaense vira peça de teatro e vai parar nas ruas de Campo Grande

A obra Areôtorare, de Lobivar de Matos, dá vida a peça do grupo Teatro Imaginário Maracangalha, que se apresenta na manhã desta quarta-feira (27) no Calçadão da Barão do Rio Branco, entre as ruas 14 de Julho e 13 de Maio, em Campo Grande. A apresentação faz parte do Festival Boca de Cena – Semana […]

Arquivo Publicado em 27/03/2013, às 13h24

None
375575827.jpg

A obra Areôtorare, de Lobivar de Matos, dá vida a peça do grupo Teatro Imaginário Maracangalha, que se apresenta na manhã desta quarta-feira (27) no Calçadão da Barão do Rio Branco, entre as ruas 14 de Julho e 13 de Maio, em Campo Grande. A apresentação faz parte do Festival Boca de Cena – Semana do Teatro de Mato Grosso do Sul – que acontece entre os dias 25 e 28 de março, em alusão ao Dia Internacional do Teatro e Dia Nacional do Circo, comemorados hoje. 

O diretor do grupo, Fernando Cruz, explica que a peça é uma releitura da obra de Lobivar. Assim como nos escritos do poeta corumbaense, os atores trazem ao público um pouco da história de Mato Grosso do Sul. O texto, da época do movimento separatista, conta a transição de quando parte do Mato Grosso se tornou Mato Grosso do Sul.

Com as mudanças, veio o progresso que deixou alguns ricos e outros pobres. Cruz revela que a peça fala sobre essas desigualdades sociais e as problemáticas que o crescimento e o desenvolvimento trazem – o antagonismo do progresso.

Para ele, o texto é muito atual. E por isso, foi escolhido para ser trabalhado pelo grupo.

A possibilidade de levar a peça para a rua, onde todos podem ter acesso ao texto, foi outro motivo que levou o grupo a escolher Lobivar como inspiração.

Apresentações nesta quarta-feira

O Cortejo em comemoração ao Dia Internacional do Teatro está marcado para às 9 horas. A festa também vai ser no Calçadão da Rua Barão do Rio Branco, com a apresentação da peça Areotorare – Teatro Imaginário Maracangalha. Início às 10 horas.

Já às 15 horas, no Teatro Aracy Balabanian, é a vez do Grupo Identidade Teatral apresentar O Rei que não sabia rir.

À noite, às 20 horas, no Teatro Aracy Balabanian, o Circo do Mato Grupo de Artes Cênicas apresenta Os Corcundas.

Às 22 horas, também no Teatro Aracy Balabanian, o Mercado Cênico, traz a peça Solo (Não Só). Classificação de 12 anos.

Jornal Midiamax