MidiaMAIS

Peça teatral Rádio Variété abre bienal de teatro na Orla Morena em Campo Grande

Com o trio de atores Fernando Sampaio, Filipe Bregantim e Domingos Montagner, o espetáculo marca o lançamento da Cena Agora, Bienal de Teatro em MS

Arquivo Publicado em 02/09/2012, às 21h29

None
1532278227.png


Com o trio de atores Fernando Sampaio, Filipe Bregantim e Domingos Montagner, o espetáculo marca o lançamento da Cena Agora, Bienal de Teatro em MS

Olhinhos atentos e curiosos. A expectativa das crianças, adolescentes e também dos adultos era grande antes da entrada em cena do grupo teatral La Mínima. A peça Rádio Variété, apresentada no teatro de arena da Orla Morena, foi a escolhida para abrir a segunda edição da Bienal de Teatro de Mato Grosso do Sul.

Gabriel Ferreira da Silva,11, se divertia com a apresentação. “Estou gostando bastante, é muito engraçado e está bem legal”, declarou. Alfonso Henriques Oliveira, 4, também estava bastante animado. “Ainda não vi nada, porque acabei de chegar, mas to gostando da minha mãe me trazer aqui”, disse.

O trio de atores Fernando Sampaio, Filipe Bregantim e Domingos Montagner – recentemente conhecido nas telinhas ao protagonizar a minissérie global “O Brado Retumbante”, interpretando, na ficção, o presidente do Brasil – deram o pontapé inicial nos espetáculos de 2012.

“Rádio Variété – na rua com você” é uma homenagem ao palhaço brasileiro e ao rádio, meio de comunicação popular. Artistas e público interagiam e faziam parte de um programa apresentando sátiras de situações cotidianas que levavam a plateia aos risos, como trânsito, previsão do tempo, concurso de dança e até participação dos ouvintes.

Personagens multifacetados com seus atos e cenas chamando a atenção dos presentes, tomaram conta da cena em um final de tarde cultural, que tem se tornado cada vez mais presente em Campo Grande.



A dramaturga Cristina Mato Grosso, acredita que o gosto cultural deve ser incentivado e que eventos como essa bienal ajudam a criar o hábito da cultura nos sul-mato-grossenses. “É muito importante porque cria o hábito cultural, o gosto pelo teatro que só estando aqui, assistindo e participando, é que pode ser incentivado”, afirmou.

Para o artista plástico Gehva, Campo Grande merece ter teatro de qualidade e acesso gratuito, com ambiente familiar. “Esse acesso fácil, em um local gostoso como a Orla desperta os sentidos e a criatividade nas pessoas. Além disso, uma Capital como Campo Grande merece evoluir culturalmente”, concluiu.

A bienal “Cena Agora” traz apresentações audiovisuais, workshops, conferências, shows musicais em mais de 30 atrações. A programação será realizada entre os dias 10 e 16 de setembro. A arte e a cultura prometem tomar conta das nossas ruas, teatros e espaços públicos, com a vinda de artistas renomados de todos os cantos do país, consolidando o evento no calendário e no cenário artístico sul-mato-grossense.

Jornal Midiamax