Geral

Santuário promove imposição das cinzas em todas as novenas desta quarta-feira

Alguns cristãos tratam a quarta-feira de cinzas como um dia para se lembrar da mortalidade. 

Midiamax Publicado em 18/02/2015, às 19h15

None
dsc05969.jpg

Alguns cristãos tratam a quarta-feira de cinzas como um dia para se lembrar da mortalidade. 

O Santuário Nossa Senhora do Perpétuo Socorro realiza nesta quarta-feira (18), a tradicional imposição das cinzas em todas as novenas, que acontecem até às 23 horas.

As cinzas que os cristãos católicos recebem neste dia são um símbolo para a reflexão sobre o dever da conversão, da mudança de vida, recordando a passageira, transitória, efêmera fragilidade da vida humana, sujeita à morte.

Como explica reitor do Santuário, padre Dirson Gonçalves. “As cinzas que os cristãos católicos apostólicos romanos recebem neste dia é um símbolo para a reflexão sobre o dever da conversão”, explica, dizendo ainda que ocorre 40 dias antes da Páscoa sem contar os domingos.

A quaresma ocorre quarenta dias antes da Páscoa (sem contar os domingos) ou quarenta e seis dias (contando os domingos). Seu posicionamento no calendário varia a cada ano, dependendo da data da Páscoa. A data pode variar do começo de fevereiro até à segunda semana de março.

Alguns cristãos tratam a quarta-feira de cinzas como um dia para se lembrar da mortalidade. Durante a imposição das cinzas, o sacerdote abençoa as cinzas e as impõe na fronte de cada fiel traçando com essas o Sinal da Cruz. Logo em seguida diz: convertei-vos e crede no evangelho.

Esse simbolismo relembra a antiga tradição do Médio Oriente de jogar cinzas sobre a cabeça como símbolo de arrependimento perante Deus (como relatado diversas vezes na Bíblia). No Catolicismo Romano é um dia de jejum e abstinência.

Jornal Midiamax