Geral

Reitor da Universidade Estadual é reeleito por quatro anos

A cerimônia de posse será realizada no dia 25 de setembro

Diego Alves Publicado em 18/06/2015, às 22h06

None
fachada_ok.jpg

A cerimônia de posse será realizada no dia 25 de setembro

O reitor da UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul), foi reeleito com quase 90% dos votos de servidores e alunos em uma disputa de chapa única. O resultado foi divulgado nesta quinta-feira (18).

Fábio Edir e o vice Laércio de Carvalho estarão à frente da Universidade pelos próximos quatro anos. Com aproximadamente 90% de aprovação, entre servidores e alunos que participaram da votação, Fábio Edir e o vice Laércio de Carvalho estarão à frente da Universidade pelos próximos quatro anos.

Entre os técnicos administrativos, foi onde Fábio e Laércio obtiveram um maior percentual de votação positiva, alcançando a marca de 92% dos eleitores. Entre professores o índice de votos favoráveis à reeleição foi de 89% e entre alunos, de 88,5%.

“Nós ficamos muito contentes com o resultado porque ele demonstra, primeiro, a aprovação da comunidade acadêmica em relação ao que conquistamos na primeira gestão e, segundo, uma união da maioria dos professores, técnicos e alunos em torno de um projeto conjunto de desenvolvimento para a UEMS”, diz Fábio Edir.

A eleição ocorreu nos 21 municípios onde a UEMS está presente, somando unidades universitárias e polos Ead. Durante um mês de campanha, os candidatos percorreram mais de 8 mil quilômetros, falando com servidores e estudantes de todas as unidades.

Segundo o vice-reitor eleito, Laércio de Carvalho, o contato pessoal com a comunidade acadêmica de todas as unidades foi fundamental no aperfeiçoamento do plano de gestão do próximo mandato. Entre as demandas levantadas, convertidas em metas, estão a descentralização no gerenciamento dos recursos universitários e integração dos processos administrativos.

A cerimônia de posse de Fábio Edir e Laércio será realizada no dia 25 de setembro, no entanto, segundo ambos, o trabalho não para e os ajustes identificado já começam a ser implementados desde agora.

Jornal Midiamax