Geral

Paciente reclama de demora e compara posto de saúde a uma ‘pocilga’

Mesmo com quadro de hipertensão paciente demorou cerca de 3 horas para ser atendido

Thatiana Melo Publicado em 16/02/2015, às 18h46

None
capa_1.jpg

Mesmo com quadro de hipertensão paciente demorou cerca de 3 horas para ser atendido

Atendimento demorado e posto de saúde classificado como ‘pocilga’ revolta paciente, que tentou ser atendido no posto da Coophavila II na manhã desta segunda-feira (16).

De acordo com o paciente Paulo Krajewski, de 46 anos, ele é hipertenso e chegou à unidade de saúde com dores toráxicas, intercostal e precordial, e só depois de três horas conseguiu ser atendindo na unidade. “Tive de voltar para casa para me automedicar, e depois voltar para o posto novamante e quando fui reclamar com a enfermeira e ela falou para procurar meus direitos”, disse Paulo.

“Passei a noite toda com dor, cheguei ao posto cedo e não consegui o atendimento. Quando trocou o plantão, o médico da tarde só queria atender pacientes da tarde e quem estava de manhã não estava sendo atendido”, afirmou Paulo, que ainda denuncia as péssimas condições do posto de saúde, como sujeira no chão e portas quebradas.

A equipe de reportagem tentou entrar em contato com o secretário municipal de Saúde, Jamal Salém, por telefone, mas não obteve resposta. Tentamos entrar em contato com a Prefeitura da Capital, através de e-mail, mas devido ao ponto facultativo também não obtivemos resposta. Ao entrar em contato com a unidade de saúde, por telefone fomos informados que ninguém poderia comentar o caso.

Jornal Midiamax