Geral

Moradores reclamam de lixo e mau cheiro após festa no Complexo Ferroviário

Moradores dizem que festas são constantes no local e ocorrem sem fiscalização

Midiamax Publicado em 14/02/2015, às 11h36

None
img-20150214-wa0008.jpg

Moradores dizem que festas são constantes no local e ocorrem sem fiscalização

O cheiro forte de urina e os lixos espalhados foram o que sobraram da festa realizada na noite dessa sexta-feira (13), no Complexo Ferroviário, no Centro de Campo Grande. Moradores da região afirmam que as festas são constantes e ocorrem sem fiscalização.

Segundo um morador, que preferiu não se identificar, as festas são semanais e o problema já foi denunciado, mas permanece sem solução. “Toda vez que tem festa aqui amanhece desse jeito. É lixo e até necessidades fisiológicas no chão. Ontem tive de ficar parado na frente de casa para impedir que urinassem e defecassem”, relata.

Conforme o morador, a festa teve início às 18 horas e terminou por volta da meia noite. “Eles fazem tudo sem fiscalização. Deixam o som alto até tarde, não respeitam a lei do silêncio. Não colocam nem mesmo banheiro químico para as pessoas usarem. É vergonhoso passar pelo centro da cidade e ver essa situação. Não somos contra as festas, mas queremos que sejam feitas de forma organizada”, destaca.

O aposentado, Nenio Roas, que mora há 27 anos na região, ressalta que o local foi tombado pelo Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional), em 2009 e que as festas dependem da autorização do Instituto. “As festas são promovidas pelo dono de um dos trailers e ele não tem essa autorização”, garante.

Roas diz que o problema já foi comunicado ao Iphan, que enviou um documento relatando o fato à Fundac (Fundação Municipal de Cultura) e a Planurb (Instituto Municipal de Planejamento Urbano). Ele e os demais moradores do Complexo ferroviário pretendem se reunir para solicitar ao poder público, fiscalização nas festas realizadas no local.

A equipe de reportagem esteve na manhã deste sábado (13), no local e constatou que o Complexo Ferroviário ainda estava sujo, como informado pelos moradores. 

WhatsApp: fale com os jornalistas do Jornal Midiamax

O leitor enviou as informações ao WhatsApp da redação, no número (67) 9207-4330. O canal de comunicação serve para os leitores falarem diretamente com os jornalistas do Jornal Midiamax. Flagrantes inusitados, denúncias, reclamações e sugestões podem ser enviados com total anonimato garantido pela lei.

Jornal Midiamax