Geral

Moradores reclamam de alagamentos, matagal e bichos no Jardim Santa Emília

Prefeitura diz que não há previsão de asfalto, mas promete cascalho em ruas onde ocorrem alagamentos

Midiamax Publicado em 25/02/2015, às 14h40

None
santa_emilia.jpg

Prefeitura diz que não há previsão de asfalto, mas promete cascalho em ruas onde ocorrem alagamentos

Com ruas alagadas, terrenos abandonados, cheios de mato e bichos, o Jardim Santa Emília, localizado na região sudoeste de Campo Grande, parece ter sido esquecido pelo poder público. Ao menos é esta a sensação de alguns moradores, que sem opção têm de dividir o quintal com ratos e caramujos.

Segundo informações de um leitor do Jornal Midiamax, identificado apenas como Bruno, os alagamentos são constantes. “Toda vez que chove vira um rio e demora uns três dias para secar”, destaca.

A funcionária pública Ana Maria, de 47 anos, que mora há três anos na Rua Edécio, afirma que a situação é bastante crítica. “É complicado, é só chover que fica tudo alagado. Não tem iluminação pública suficiente e é perigoso porque os terrenos estão sujos, com mato muito alto, cheio de rato e caramujo porque a Prefeitura não limpa. Direto encontro esses bichos no meu quintal”, relata.

A moradora garante que nos três anos que mora no local não foi realizada nenhuma limpeza nos terrenos. “Nunca vi ninguém da Prefeitura por aqui. No começo do ano passado meu marido acabou limpando ao redor. O município tem de fazer alguma coisa. Pagamos impostos tão caros e ainda temos de viver dessa forma?”, questiona.

Além do matagal e das ruas alagadas pelas águas da chuva, a moradora também destaca a necessidade de reforçar a iluminação pública na região. “Só tem um posto com lâmpada e não ilumina quase nada. A rua fica muito escura e é perigoso. Já reclamamos, mas ninguém faz nada”, lamenta.

A reportagem encaminhou e-mail para a assessoria de comunicação da Prefeitura e foi informada de que não há previsão de asfalto para a região, mas que uma equipe do setor de vias não pavimentadas da Seintrha (Secretaria Municipal de Infraestrutura, Transporte e Habitação) irá ao local e que se houver condições fará o cascalhamento, caso contrário será necessário esperar o solo secar.

Quanto à limpeza dos terrenos, a Prefeitura disse que necessita do endereço exato para que possa conferir se a área é pública ou particular. A multa para os proprietários que não fazem a manutenção do terreno varia entre R$ 1.835,00 e R$ 7.340,00. Sobre a iluminação, os moradores podem entrar em contato pelo telefone: (67) 3314-3676 e fazer a solicitação, pois é necessário verificar a densidade demográfica para avaliar a possibilidade do rebaixamento da rede de energia elétrica.

WhatsApp: fale com os jornalistas do Jornal Midiamax

Os leitores enviaram as informações ao WhatsApp da redação, no número (67) 9207-4330. O canal de comunicação serve para os leitores falarem diretamente com os jornalistas do Jornal Midiamax. Flagrantes inusitados, denúncias, reclamações e sugestões podem ser enviados com total anonimato garantido pela lei.

Jornal Midiamax