Geral

Enquanto prefeito dá mais poder a ‘chefona’ da Saúde, secretário tenta apaziguar

Secretário de Saúde pede desculpas a funcionários por excessos cometidos por Renata Guedes

Thatiana Melo Publicado em 17/01/2015, às 17h44

None
capa_3_0.jpg

Secretário de Saúde pede desculpas a funcionários por excessos cometidos por Renata Guedes

Depois de diversas reclamações de funcionários da saúde contra a gerente do Cempe (Centro Municipal Pediátrico), Renata Guedes Alves Alegretti, o secretário municipal de Saúde, Jamal Salem, percorreu os postos de saúde do Coronel Antonino e Vila Almeida, na manhã deste sábado (17), para pedir desculpas aos funcionários.

O pedido foi feito por causa da postura e exageros de Renata, como afirma denúncia enviada via WhatsApp, de uma funcionária para a redação do Midiamax. De acordo com informações o secretário da Sesau (Secretaria Municipal de Saúde), Renata não iria mais intervir na saúde do município, e que os “poderes” dados à gerente do Cempe vieram das mãos do prefeito da Capital, Gilmar Olarte.

Em contato com Jamal Salem, o secretário confirmou que visitou as unidades de saúde, na manhã deste sábado (17) para pedir desculpas aos funcionários que estavam incomodados com a maneira com a qual Renata estaria tratando os profissionais. “Pedi desculpas pelo exagero, a intenção não era essa e sim melhorar para a população e funcionários.”, explica Jamal, que ainda falou sobre ter participado da indicação da farmacêutica para a reestruturação das UPAs (Unidades de Pronto Atendimento).

O secretário afirmou ainda que Renata não tem esses “poderes”, e que ela tem de obedecer ordens do prefeito e do secretário. Quando questionado sobre a permanência de Renata na reestruturação das UPAs, Jamal afirmou que a gerente do Cempe vai continuar à frente da organização para a melhoria da saúde na Capital “Não há necessidade de se tomar providências quanto a isso, e sim diminuir os excessos por parte da Renata.”

WhatsApp: fale com os jornalistas do Jornal Midiamax

O leitor enviou as informações ao WhatsApp da redação, no número (67) 9207-4330. O canal de comunicação serve para os leitores falarem diretamente com os jornalistas do Jornal Midiamax. Flagrantes inusitados, denúncias, reclamações e sugestões podem ser enviados com total anonimato garantido pela lei.

* comentários removidos e vetados em atendimento a determinação judicial

Jornal Midiamax