Geral

Em rede social, plantonista do Samu reclama da qualidade de marmitex

Plantonista reclamou da qualidade e da higiene no transporte das marmitas

Midiamax Publicado em 05/01/2015, às 21h41

None
mamirta_samu_tres_lagoas_-_reproducao_facebook.jpg

Plantonista reclamou da qualidade e da higiene no transporte das marmitas

Uma funcionária do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) utilizou uma página na rede social para reclamar da comida oferecida aos plantonistas em Três Lagoas, a 338 quilômetros de Campo Grande.

De acordo com as informações, as marmitas são transportadas em isopores sujos. “Se já não bastasse a comida horrorosa, feita sem nenhum capricho, as marmitas ainda são transportadas assim. É um absurdo a prefeitura pagar por isso”, lamentou uma plantonista.

Segundo as informações de um internauta que comentou a publicação da plantonista, a comida é fornecida pelo presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais, José Antonio Vieira.

“Empresa de funcionário público ganhando carta convite pra vender produtos e serviços para o empregador público”, comentou.

O presidente do sindicato é o mesmo preso no dia 14 de outubro do ano passado, durante a Operação “Vale Alimentação”. Ele e o vice-presidente João Francisco da Silva Theodoro foram apontados como suspeitos de utilizar os cartões de vale alimentação de servidores em benefício próprio.

Questionado sobre o caso, Vieira negou ser o responsável pela empresa que fornece a alimentação aos plantonistas do Samu. A reportagem entrou em contato com a assessoria de comunicação da Prefeitura de Três Lagoas para saber quem é o responsável pela empresa. No entanto, a assessoria de comunicação disse que não possui a informação e se comprometeu a verificar.

Jornal Midiamax