Geral

Chapa de oposição aguarda nova eleição do Sinttel depois da suspensão do resultado

Oposição aguarda a data para nova eleição da mesa diretora do sindicato

Midiamax Publicado em 31/03/2015, às 14h48

None
fibra_optica_0.jpg

Oposição aguarda a data para nova eleição da mesa diretora do sindicato

Chapa de oposição aguarda nova eleição do Sinttel

Depois que a juíza do Trabalho, Beatriz Maki Shnizato Capucho, suspendeu os efeitos da eleição do Sinttel – MS (Sindicato dos Trabalhadores em Empresas em Telecomunicações), nesta segunda-feira (30), a chapa da oposição aguarda uma nova eleição.

Segundo o integrante da oposição, Samir dos Santos, a decisão deixou todos os filiados satisfeitos porque mostra a seriedade da Justiça. “Nós só queremos uma eleição justa e democrática, porque a chapa atual descumpriu a ordem do MP em que fala que deve haver representantes dos dois lados na mesa de votação”, conta.

Santos disse que são 3.295 filiados, e que esse total 2.500 sindicalistas estão descontentes com a situação e apoiam a chapa da oposição. “Agora com essa decisão vamos aguardar a nova data e esperar que tudo ocorra com paridade, tendo na mesa de votação representantes das duas chapas e mostrar nas urnas a insatisfação da maioria”, conclui.

O atual presidente, Rafael Gonzáles, e candidato a reeleição, foi procurado pela equipe de reportagem do Jornal Midiamax para falar sobre a eleição e a liminar da Justiça do Trabalho que suspendeu a eleição do sindicato, mas até o fechamento da matéria não obteve retorno.

Caso

Uma confusão foi instalada na eleição da nova diretoria do Sinttel – MS ((Sindicato dos Trabalhadores em Empresas em Telecomunicações), que a chapa da oposição acusou o atual presidente, Rafael Gonzáles, de fraude eleitoral.

A briga teve início depois que integrantes da oposição foram impedidos de integrarem a mesa de votação. Diante da situação, a Justiça do Trabalho decidiu suspender os efeitos da eleição do Sinttel – MS.

A eleição terá uma “analise posterior” em relação a “qualquer suposta irregularidade praticada pela Comissão Eleitoral na conduta do processo eleitoral”. Caso seja apontada alguma irregularidade, as eleições entre as duas chapas poderão ser suspensas.

Jornal Midiamax