Geral

Carros de alegoria ainda ‘enfeitam’ avenida do samba em Campo Grande

Um integrante de uma das escolas disse à reportagem que estão esperando pelo guincho

Diego Alves Publicado em 20/02/2015, às 23h18

None
img_2502.jpg

Um integrante de uma das escolas disse à reportagem que estão esperando pelo guincho

Após a folia do Carnaval, alguns carros alegóricos ainda “enfeitam” a Avenida Alfredo Scaff, na Vila Sobrinho na região da Praça do Papa em Campo Grande. Aproximadamente oito carros estão na calçada e quatro em um terreno, que de acordo com a Lienca (Liga das Escolas de Samba de Campo Grande), foi destinado para as escolas guardarem os carros.

No momento da reportagem, um integrante de uma das escolas disse à reportagem que estão esperando pelo guincho. “Me ligaram perguntando se sabíamos de algum guincho asa delta. Temos três empresas cadastradas, porém só um tinha  e estava com o guincho na estrada”, disse Eduardo de Souza presidente da Lienca.

“Tinha que tirar, causa poluição visual, a prefeitura ou as escolas tinham que tirar”, disse a militar Ana Paula Alves da Silva de 33 anos. “É feio, já acabou o carnaval”, argumenta o aposentado Rubens dos Anjos de 69 anos.

De acordo com a Lienca, o Estado de Mato Grosso do Sul destinou R$ 180 mil e a Prefeitura de Campo Grande R$ 160 mil. Ainda de acordo Eduardo de Souza, cada escola do grupo e special recebeu de R$ 18 a R$ 20 mil e as do acesso especial de R$ 13 a R$ 15 mil.

Com o enredo “Eva Maria de Jesus (Tia Eva), sua história e a história de sua comunidade”, a GRES Igrejinha foi a campeã das escolas de Samba de Campo Grande. Em seguida ficou a GRES Unidos da Vila Carvalho, com o enredo “Lendas mitos e mistérios”,

Em terceiro a GRES Deixa Falar, enredo com “Contos, cantos e encantos que a Bahia tem”  logo depois a GRES Catedráticos do Samba que desfilou com o enredo enredo: “GRES os Catedráticos do Samba: 37 anos. Deus quer, O Homem sonha, a obra nasce. Exaltação aos enredos que fizeram sua história”.

Aproximadamente 10 mil pessoas acompanharam o desfile das escolas de samba de Campo Grande, na Avenida Alfredo Scaff, na região da Praça do Papa em Campo Grande, nesta terça-feira (18).

Jornal Midiamax