Geral

Após esperar 5 dias por vaga, idosa é transferida para o Hospital Regional

Idosa ficou internada em CRS porque hospitais não tinham leitos disponíveis

Midiamax Publicado em 26/02/2015, às 14h29

None
img-20150226-wa0056.jpg

Idosa ficou internada em CRS porque hospitais não tinham leitos disponíveis

A paciente Maria Luiza Máximo, de 93 anos, que ficou cinco dias internada no CRS (Centro Regional de Saúde) Dr.Waldeck F. de Castro Lima, na Rua Península, no Coophavila II em Campo Grande, a espera de vaga em um dos hospitais da Capital, foi transferida pouco depois da publicação da matéria sobre o caso.

Segundo familiares da paciente, a idosa foi transferida nesta quinta-feira (26), por volta das 11 horas, com apoio de uma equipe do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência).

Antes da transferência, a reportagem do Jornal Midiamax, entrou em contato com a assessoria de comunicação da Sesau (Secretaria Municipal de Saúde Pública) e foi informada de que não havia vaga nos hospitais da Capital devido à indisponibilidade de leito.

WhatsApp: fale com os jornalistas do Jornal Midiamax

O leitor enviou as informações ao WhatsApp da redação, no número (67) 9207-4330. O canal de comunicação serve para os leitores falarem diretamente com os jornalistas do Jornal Midiamax. Flagrantes inusitados, denúncias, reclamações e sugestões podem ser enviados com total anonimato garantido pela lei.

Jornal Midiamax