Geral

A caminho de velório, jovem capota carro com família dentro

Todos os ocupantes utilizavam o cinto de segurança e ninguém sofreu ferimentos graves.

Midiamax Publicado em 22/02/2015, às 13h02

None
acidente_camapua.jpg

Todos os ocupantes utilizavam o cinto de segurança e ninguém sofreu ferimentos graves.

O músico Maik Rogério Gonçalves Cunha, de 34 anos sofreu um acidente de carro por volta das 10h30 deste sábado (21), quando viajava de Campo Grande para Camapuã juntamente com sua esposa, filha, cunhada e concunhada. O acidente aconteceu na BR-060, entre a Vila industrial e o centro de Camapuã. Apesar da gravidade do acidente todos estão bem.

De acordo com o site Infocoms, Maik seguia com os familiares para um velório em Camapuã, no veículo Ford Fiesta, quando na altura do Km 203 perdeu o controle da direção após passar em um buraco. O carro saiu da pista e capotou, descendo um barranco de aproximadamente três metros de altura até parar encostado em uma cerca.

Todos os ocupantes utilizavam o cinto de segurança e ninguém sofreu ferimentos graves, a esposa de Maik foi levada ao hospital com um corte na cabeça, mas já foi atendida e recebeu alta.

A família do músico relatou a reportagem do site que no momento que estariam no hospital, o carro foi furtado, na ação levaram aparelho de som, pneu estepe e alto-falantes.

Agradecimentos

No facebook, Kianny Nunes, que estava no carro, agradeceu por não ter se ferido e lamentou a qualidade do asfalto. “Pessoal primeiramente quero agradecer a Deus por ter nos dado a vida de novo, nós não conhecemos o tamanho da força dele, mas ontem dia 21/02, às 10h30, Deus mais uma vez me provou que não existe força maior do que a sua”, disse.

Ainda conforme a postagem, ela, o namorado Eurí Thiago de Oliveira, a irmã dela Jaira Nunes, a sobrinha Sofia e o cunhado Maik Rogerio estavam indo de Campo Grande para Camapuã em um velório de um tio. Ao chegarem à Vila Industrial antes da serra, perderam o controle do carro. “O que provocou foi a b… (sic) do asfalto, cheio de buraco, fazendo com que o carro rodasse na pista e jogasse para o barranco, onde capotamos algumas vezes até uma cerca que segurou o carro. Graças ao nosso Senhor ninguém se feriu. Minha irmã sofreu alguns hematomas na cabeça e eu ganhei sete pontos na cabeça. Mas todos estão bem, nascemos de novo. Agradeço as pessoas que nos ajudaram, deram apoio e se preocuparam com a gente. Agradeço muito de coração. Deus é o nosso refúgio”, finalizou.

Jornal Midiamax