Geral

VÍDEO mostra momento em que segurança atingido por tiro entra em luta corporal com ladrão

Equipes da Derf (Delegacia Especializada de Roubos e Furtos) tentam localizar o responsável pela tentativa de roubo ao posto de combustíveis localizado no cruzamento das ruas Padre João Crippa com a Eduardo Santos Pereira, na área central de Campo Grande. Além de responsável pela tentativa de homicídio doloso, com intenção de morte, do vigia do […]

Arquivo Publicado em 29/04/2014, às 14h25

None

Equipes da Derf (Delegacia Especializada de Roubos e Furtos) tentam localizar o responsável pela tentativa de roubo ao posto de combustíveis localizado no cruzamento das ruas Padre João Crippa com a Eduardo Santos Pereira, na área central de Campo Grande. Além de responsável pela tentativa de homicídio doloso, com intenção de morte, do vigia do local, identificado como Nivaldo José da Silva, de 52 anos. 

As imagens do circuito de segurança do local foram encaminhadas à Delegacia Especializada que é responsável pelas investigações. Com a divulgação do vídeo, a polícia  diz acreditar que possa surgir novas denúncias. 
CRIME 
O fato ocorreu às 23h20 de sábado (26), quando o suspeito tentou se passar por cliente da conveniência do posto de combustíveis. Ele pegou uma lata de cerveja e levou até o caixa, com isso, sacou um revólver e ao anunciar o assalto, o vigia do local reagiu. 
Houve luta corporal dos dois, que saíram da conveniência e resultou em um disparo contra o rosto da vítima. A princípio, o tiro entrou pelo queixo e saiu pela nuca. A vítima foi socorrida pelo Samu (Serviço de Atendimento Médico de Urgência) e encaminhada para a Santa Casa, onde segue internado em estado grave. 

Nivaldo está em coma induzido e é vigiado 24 horas, pois o caso dele requer atenção, conforme a assessoria do hospital. Além disso, há informação de que o projétil estaria alojado na cabeça da vítima, mas a cirurgia para retirada dele não pode ser realizada, por conta do quadro de saúde do vigia. 
INVESTIGAÇÃO 
Com imagens de um circuito de segurança, a polícia relatou que o homem chegou andando pelo lado norte da Rua Padre João Crippa, trajando um casaco, calça jeans e um boné branco. Ele tem uma cicatriz na bochecha. 
Além disso, a lata de cerveja que o suspeito simulou que iria comprar na conveniência foi apreendida e encaminhada para o Imol (Instituto Médico Odontológico Legal), a intenção é identificá-lo pela digital.
Jornal Midiamax