Geral

Viagem de famílias termina em tragédia com colisão frontal: dois mortos e 5 feridos

Uma viagem feita por duas famílias distintas teve um fim trágico na noite desta segunda-feira (9), no km 68 da BR-267, entre as cidades de Bataguassu e Nova Casa Verde, no distrito de Nova Andradina, a 297 quilômetros de Campo Grande. Duas pessoas morreram e outras cinco ficaram feridas. Equipes do Corpo de Bombeiros da […]

Arquivo Publicado em 10/06/2014, às 12h23

None
1160174892.jpg

Uma viagem feita por duas famílias distintas teve um fim trágico na noite desta segunda-feira (9), no km 68 da BR-267, entre as cidades de Bataguassu e Nova Casa Verde, no distrito de Nova Andradina, a 297 quilômetros de Campo Grande. Duas pessoas morreram e outras cinco ficaram feridas.


Equipes do Corpo de Bombeiros da região estiveram no local e tiveram de tirar as vítimas das ferragens. O acidente ocorreu entre o Golf, placas DNU-0657, de Sarandi (PR), e o Honda Civic, placas DVJ-8876, de Campo Grande (MS).


O acidente frontal teria ocorrido quando o condutor do Golf tentou fazer uma ultrapassagem em local proibido. Com o choque, os motoristas dos dois automóveis morreram no local. Eles foram identificados como Epifanio Antonio Alves, de 80 anos, e Antônia Dinar da Silva, de 64 anos.


No Golf, além de Epifanio estavam Davi Luan de Oliveira, de 15 anos, que teve lesões nos joelhos, e Sebastião de Oliveira, de 50 anos, que fraturou o tornozelo esquerdo. Os feridos foram encaminhados para a Santa Casa de Bataguassu.


Já no Honda, que era dirigido por Antônia, estavam os irmãos Vanderlei Vieira da Silva, de 35 anos, e Vau Dinar da Silva, de 50 anos. Além da filha de Vau Dinar, Larissa da Silva, de 17 anos. Os três passageiros estão em estado grave e foram encaminhados para o hospital de Três Lagoas.


ACIDENTE


O Honda seguia no sentido de Campo Grande, onde a família reside, e o Golf vinha no sentido contrário. Eles moram no Paraná. O impacto da colisão fez com que o automóvel em que a família campo-grandense estava fosse jogado no mato, que fica no acostamento. Já o outro ficou na pista.


O local chegou a ser interditado e foi liberado após cinco horas de trabalhos dos bombeiros, peritos e PRF (Polícia Rodoviária Federal). A polícia acredita que no momento do acidente a rodovia estava com intensa neblina.

WHATSAPP


A imagem foi concedida por um leitor que preferiu não se identificar. Ela foi enviada via WhatsApp para o jornal Midiamax, que disponibiliza o (67) 9207-4330 para falar com os leitores. As imagens podem ser creditadas ou não, como o colaborador preferir.





Jornal Midiamax