Geral

Vetos do Executivo e projetos adiados por falta de quórum na Câmara devem ser votados na terça-feira

Análise de dois vetos do Executivo e votação de um projeto está prevista para a sessão de terça-feira (16), na Câmara Municipal de Campo Grande (MS). A pauta está ‘trancada’ há mais de duas semanas. Falta de quórum e discussões têm adiado a demanda. Um dos vetos que devem ser analisados se trata de projeto […]

Arquivo Publicado em 15/09/2014, às 14h55

None

Análise de dois vetos do Executivo e votação de um projeto está prevista para a sessão de terça-feira (16), na Câmara Municipal de Campo Grande (MS). A pauta está ‘trancada’ há mais de duas semanas. Falta de quórum e discussões têm adiado a demanda.

Um dos vetos que devem ser analisados se trata de projeto que implanta o Programa Farmácia de Distribuição de Medicamentos 24 horas nas Unidades de Atendimento 24 horas da rede pública.

Projeto de lei que altera dispositivos de legislação que dispõe sobre permissão, autorização e execução dos serviços de transporte escolar urbano e rural, também vetado pelo Executivo, deve ser analisado.

Em primeira discussão e votação, projeto de lei que declara de utilidade pública municipal o Centro de Educação para a Paz Mundial, será votado na sessão de terça-feira.

Além disso, também deve ser discutido e votado requerimento da vereadora Luiza Ribeiro (PPS), que solicita informações a respeito do contrato de arrendamento do Hospital Sírio Libanês, para transformação, pela Prefeitura, em Hospital Municipal Infantil.

Também deve ser votado regularização e doação de áreas para o TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral em Mato Grosso do Sul) e outra área a ser averbada e doada para Prefeitura.

Jornal Midiamax