Vendramini pergunta sobre conflito indígena; Reinaldo diz que Estado tem que ser ‘juiz’

No bloco de perguntas por sorteio entre os candidatos, o concorrente do PP ao governo de Mato Grosso do Sul, Evander Vendramini, perguntou a Reinaldo Azambuja (PSDB) sobre o que ele pretende fazer, se eleito, em relação ao conflito entre fazendeiros e indígenas no Estado. Em síntese, Reinaldo disse que o governo estadual deve ser […]
| 19/08/2014
- 05:03
Vendramini pergunta sobre conflito indígena; Reinaldo diz que Estado tem que ser ‘juiz’

No bloco de perguntas por sorteio entre os candidatos, o concorrente do PP ao governo de Mato Grosso do Sul, Evander Vendramini, perguntou a Reinaldo Azambuja (PSDB) sobre o que ele pretende fazer, se eleito, em relação ao conflito entre fazendeiros e indígenas no Estado.

Em síntese, Reinaldo disse que o governo estadual deve ser o juiz do conflito, intermediando a relação do governo federal com os índios e fazendeiros. Segundo ele, as disputas entre eles é acirrada atualmente pela União, que “empurra com a barriga e não resolve o problema”.

O problema, na visão de Reinaldo, é uma questão ideológica, não apenas de disputa por terras. Ele aponta que os índios querem saúde, educação, condições de produzir nas aldeias: “precisamos de política pública que leve o que o índio precisa”, nas palavras do tucano.

“Vamos ser o juiz desse conflito, cobrar do governo federal que resolva, que não colque um contra o outro, para que tenhamos paz no campo”, continuou o candidato do PSDB.

“No nosso governo, vamos fazer com que as coisas funcionem”, replicou Evander. Ele cobrou respeito aos indígenas e defendeu que as indenizações sejam feitas também pelas terras dos fazendeiros, não somente pelas benfeitorias.

Na tréplica, Reinaldo disse que as leis já existem, mas “o problema é no governo federal, que instrumentalizou a Funai (Fundação Nacional do Índio) para acirrar o conflito e não o resolveu”. “Vamos sentar para resolver definitivamente o problema, sem omissão”, prometeu o tucano.

Últimas notícias