Geral

Vendas do comércio varejista devem ter alta de 4,7% em 2014

CNC revisa projeção para crescimento do varejo, após desempenho do setor no mês de abril, com base nos dados da Pesquisa Mensal de Comércio (PMC) do IBGE O volume de vendas do comércio varejista teve queda de 0,3% em abril – a segunda queda consecutiva em 2014, segundo a Pesquisa Mensal de Comércio (PMC), divulgada […]

Arquivo Publicado em 21/06/2014, às 14h42

None

CNC revisa projeção para crescimento do varejo, após desempenho do setor no mês de abril, com base nos dados da Pesquisa Mensal de Comércio (PMC) do IBGE

O volume de vendas do comércio varejista teve queda de 0,3% em abril – a segunda queda consecutiva em 2014, segundo a Pesquisa Mensal de Comércio (PMC), divulgada hoje pelo IBGE. No entanto, na comparação anual o setor apresentou alta de 6,7% em relação ao mesmo mês do ano passado.

As maiores altas ocorreram nos ramos de artigos de uso pessoal e doméstico (+16,0%) e hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo (+10,1%). Já o setor que apresentou o pior desempenho em maio foi o de jornais, revistas e papelaria, com queda de 10,6% em relação a abril de 2013.

Com base nos dados, a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) revisou para baixo a expectativa do volume de vendas para 2014, passando de 4,9% para 4,7%. Ao final do ano deverão se sobressair os ramos de artigos de uso pessoal e doméstico (+11,0%) e de artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos, de perfumaria e cosméticos (+7,8%). Apesar do momento ainda favorável do mercado de trabalho, a inflação dos alimentos e o encarecimento do crédito têm dificultado a recuperação do ritmo das vendas no varejo. Acesse a nota completa.

Jornal Midiamax