Geral

Um em cada três brasileiros aprova governo Dilma, indica pesquisa Datafolha

Um em cada três eleitores brasileiros aprova o governo da presidente Dilma Rousseff, segundo pesquisa Datafolha divulgada nesta sexta-feira (6). Os eleitores que consideram o governo ótimo ou bom chegam a 33%; outros 38% dizem que o governo Dilma é regular; e 28% julgam o mandato de Dilma ruim ou péssimo. Na pesquisa anterior do […]

Arquivo Publicado em 06/06/2014, às 12h42

None
486606559.jpg

Um em cada três eleitores brasileiros aprova o governo da presidente Dilma Rousseff, segundo pesquisa Datafolha divulgada nesta sexta-feira (6). Os eleitores que consideram o governo ótimo ou bom chegam a 33%; outros 38% dizem que o governo Dilma é regular; e 28% julgam o mandato de Dilma ruim ou péssimo.


Na pesquisa anterior do Datafolha, feita em maio, 35% aprovavam o governo Dilma, enquanto os mesmos 38% dos eleitores o consideravam regular e 26% diziam que o governo da petista é ruim ou péssimo. A aprovação conquistada em junho é o menor desde o fim dos protestos do mesmo mês de 2013, quando o governo Dilma tinha admiração de 30% dos eleitores.


O Datafolha entrevistou 4.337 pessoas em 207 cidades brasileiras entre terça-feira (3) e quinta-feira (5). A margem de erro da pesquisa é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos, e o nível de confiança é de 95%.


O pessimismo do eleitor, segundo Datafolha, tem como motivo principal a economia. Para 36% dos eleitores, a situação econômica do País vai piorar, enquanto outros 26% acham que vai melhorar. Outros 32% dizem que vai ficar como está.


Em maio passado, 28% disseram que a situação econômica iria piorar (seis pontos percentuais a menos que o dado atual); 41% consideravam que a situação ficaria como está (nove pontos a mais que os atuais 32%); e os mesmos 26% de junho diziam que a situação econômica melhoraria.

Inflação e desemprego


A expectiva de inflação também aumentou: o percentual de eleitores que dizem que a inflação vai subir passou de 58% em maio para 64% em junho. A fatia dos brasileiros que diz que a inflação vai diminuir recuou de 8% em maio para 7% em junho. Os eleitores que dizem que a inflação ficará como está são 21% agora — contra 29% em maio.


Parcela considerável da população também acredita que o desemprego vai aumentar: em junho, 48% acreditam que haverá mais pessoas sem trabalho no futuro, contra 42% em maio. Os eleitores que esperam por menos desemprego são 18% — contra 20% registrado em maio. Outros 28% dizem que o desemprego ficará como está — cinco pontos percentuais a menos que o registrado em maior (33%).

Desejo de mudança


O Datafolha também perguntou aos eleitores o que eles esperam do próximo presidente da República. O percentual dos brasileiros que querem mudanças na forma de governar ficou em 74% — mesmo patamar registrado em maio. Por outro lado, os entrevistados que disseram querer as mesmas condições atuais são 21% — contra 22% do mês passado.

Jornal Midiamax