Geral

Ucrânia manda suas forças saírem da Crimeia diante de ameaça russa, diz presidente

A Ucrânia retirou suas forças da Crimeia diante das ameaças e da pressão das Forças Armadas russas, disse o presidente interino da Ucrânia, Oleksander Turchinov, nesta segunda-feira. Falando ao Parlamento depois que tropas russas tomaram uma importante base naval em Feodosia, coroando uma tomada gradual de unidades militares ucranianas na península, Turchinov disse que a […]

Arquivo Publicado em 24/03/2014, às 11h38

None

A Ucrânia retirou suas forças da Crimeia diante das ameaças e da pressão das Forças Armadas russas, disse o presidente interino da Ucrânia, Oleksander Turchinov, nesta segunda-feira.


Falando ao Parlamento depois que tropas russas tomaram uma importante base naval em Feodosia, coroando uma tomada gradual de unidades militares ucranianas na península, Turchinov disse que a decisão levou em conta “as ameaças às vidas e à saúde de nosso pessoal” e de suas famílias.


“O Conselho de Defesa e Segurança Nacional instruiu o Ministério da Defesa a realocar as unidades militares na Crimeia e promover a evacuação de suas famílias”, disse.

Jornal Midiamax