Geral

Túlio Maravilha faz gol 1000 e ganha festa no meio do jogo

O veterano atacante Túlio Maravilha, de 44 anos, encerrou na tarde deste sábado a busca por seu milésimo gol na carreira. Em sua estreia pelo Araxá, na segunda divisão do Campeonato Mineiro, o artilheiro marcou de pênalti aos 29 minutos contra o Mamoré, após o zagueiro adversário colocar a mão na bola. A festa pelo […]

Arquivo Publicado em 08/02/2014, às 20h52

None
540422291.jpg

O veterano atacante Túlio Maravilha, de 44 anos, encerrou na tarde deste sábado a busca por seu milésimo gol na carreira. Em sua estreia pelo Araxá, na segunda divisão do Campeonato Mineiro, o artilheiro marcou de pênalti aos 29 minutos contra o Mamoré, após o zagueiro adversário colocar a mão na bola. A festa pelo gol 1000 de Túlio aconteceu no meio da partida, sem invasão da torcida, mas com emoção suficiente para encerrar a participação do atacante na partida.


Logo após o gol, Túlio pegou a bola que pela milésima vez balançou as redes e foi erguido por companheiros e funcionários do Araxá, no Fausto Alvim, palco da partida. Emocionado, ele foi para os vestiários logo depois de comemorar, e foi substituído. No momento em que Túlio saiu de campo o placar marcava 1 a 1.


As contas são do próprio Túlio. Não há registro oficial sobre os 1000 gols que o jogador tenha feito durante a carreira. Desde 2001, quando passou a trocar de clubes com maior frequência, em busca do milésimo gol, Túlio passou por quase 40 agremiações diferentes.


Neste sábado Túlio fez sua estreia pelo Araxá. Ele firmou um contrato de seis partidas com o clube e agora terá mais cinco jogos para disputar, agora livre da busca pelo milésimo gol.


Túlio marcou história pelo Botafogo, clube ao qual sempre pediu auxílio para atingir a marca que colocou como meta principal de sua carreira. Ele viveu a melhor fase profissional em 1995, pelo clube carioca, depois de ser revelado pelo Goiás e jogar no Sion, da Suíça. Em 95, foi campeão brasileiro pelo Botafogo, em ano que também se sagrou artilheiro do torneio. Antes, tinha sido o goleador em 1994 e 19989, pelo Goiás.


A temporada espetacular de Túlio em 1995 fez com que ele chegasse à seleção brasileira. Ele já havia disputado três amistosos, entre 1991 e 1994, e fez mais 12 partidas em 1995. O atacante, no entanto, nunca teve a oportunidade de jogar uma Copa do Mundo.

Jornal Midiamax