Geral

TSE ordena retirada de página pró-Campos no Facebook

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) ordenou nesta quarta-feira a retirada de uma página do Facebook que pede a candidatura do governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), à presidência da República. A decisão foi tomada em base de denúncia de propaganda eleitoral antecipada oferecida pelo Ministério Público Eleitoral (MPE). A página “Eduardo Campos Presidente” é definida […]

Arquivo Publicado em 06/03/2014, às 11h29

None

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) ordenou nesta quarta-feira a retirada de uma página do Facebook que pede a candidatura do governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), à presidência da República. A decisão foi tomada em base de denúncia de propaganda eleitoral antecipada oferecida pelo Ministério Público Eleitoral (MPE).


A página “Eduardo Campos Presidente” é definida como um local que tem o objetivo de “reunir as pessoas que querem Eduardo Campos concorrendo a presidente do Brasil em 2014”. Com 2.225 mil curtidas e com postagens de divulgação da agenda do possível candidato, a página ainda podia ser acessada na noite de hoje. A decisão do TSE pede a retirada imediata da página.


No mérito da representação, o MPE pede multa de R$ 25 mil a Campos com base na Lei das Eleições, por propaganda extemporânea. O MPE afirma que o conteúdo postado no Facebook – rede de grande alcance social – enaltece a pessoa e imagem política de Campos, ao levar ao conhecimento do eleitor sua possível candidatura. De acordo com a denúncia, a página desequilibra a disputa entre os potenciais concorrentes à presidência.


As campanhas eleitorais começam a partir do dia 6 de julho de acordo com a Lei das Eleições. O primeiro turno das eleições presidenciais de 2014 está marcado para 5 de outubro.

Jornal Midiamax