Geral

Torcedores invadem e depredam sede de sócio-torcedor do Palmeiras

Cerca de 20 torcedores invadiram na manhã desta quinta-feira a sede do Avanti, programa de sócio-torcedor do Palmeiras. O grupo entrou no escritório, promoveu o quebra-quebra de mesas e cadeiras. Não houve registro de feridos e a Polícia Militar já está no local. O incidente aconteceu por volta das 11h30 na Rua Padre Antônio Tomás, […]

Arquivo Publicado em 20/03/2014, às 16h50

None

Cerca de 20 torcedores invadiram na manhã desta quinta-feira a sede do Avanti, programa de sócio-torcedor do Palmeiras. O grupo entrou no escritório, promoveu o quebra-quebra de mesas e cadeiras. Não houve registro de feridos e a Polícia Militar já está no local. O incidente aconteceu por volta das 11h30 na Rua Padre Antônio Tomás, 220, ao lado da Arena Palestra.

No local, acontecia a distribuição de ingressos para o clássico de domingo contra o Santos, na Vila Belmiro. O início da revolta do grupo, segundo uma pessoa ouvida pelo UOL Esporte, aconteceu quando um motoboy foi visto saindo com um pacote com entradas para a partida. Depois disso, torcedores pediam mais ingressos, mas o pedido não era atendido.

O Palmeiras informou, por meio de sua assessoria de imprensa, que irá se pronunciar ainda nesta quinta-feira sobre o ocorrido.

Na quarta-feira, o Palmeiras começou a venda apenas para os torcedores que estavam bem colocados no ranking de presença do Avanti. Nesta quinta, a venda era aberta para todos os que são sócios, independentemente da colocação no ranking de presença. Caso ainda houvesse entradas disponíveis, a venda seria disponibilizadas para sócios do clube nesta tarde.

A atitude foi vista por membros das torcidas uniformizadas como retaliação por parte do presidente Paulo Nobre e de sua diretoria. Isso porque o cartola rompeu qualquer tipo de ligação com eles desde o incidente de março do ano passado, quando o grupo tentou agredir os jogadores que estavam voltando de uma partida da Libertadores em Buenos Aires. Na ocasião, Fernando Prass ficou ferido com um objeto atirado por um dos agressores.

Com os privilégios aos sócios-torcedores, boa parte dos torcedores organizados não conseguiria entrada para acompanhar o time na Vila Belmiro.

O jogo deste domingo tem ares de decisão. Com dois pontos a mais do que o Santos, o Palmeiras joga para se consolidar como o melhor time da primeira fase do Campeonato Paulista de 2014. O empate já é o suficiente.

Jornal Midiamax