Geral

Testemunha: Pistorius pediu para assumirem culpa por tiro em restaurante

O boxeador profissional Kevin Lerena afirmou que o atleta Oscar Pistorius pediu para que outra pessoa assumisse a culpa após disparar com uma arma de fogo em um restaurante na África do Sul. Lerena afirmou também que a bala passou perto de seu pé e por pouco não o atingiu. O boxeador disse ainda que […]

Arquivo Publicado em 05/03/2014, às 14h46

None

O boxeador profissional Kevin Lerena afirmou que o atleta Oscar Pistorius pediu para que outra pessoa assumisse a culpa após disparar com uma arma de fogo em um restaurante na África do Sul.

Lerena afirmou também que a bala passou perto de seu pé e por pouco não o atingiu. O boxeador disse ainda que outro amigo passou a arma por baixo da mesa até Pistorius e falou ao atleta que havia uma bala no tambor.

Após o disparo, Pistorius imediatamente teria pedido ao dono da arma que assumisse a responsabilidade pelo tiro.

O depoimento foi dado nesta quarta-feira durante o terceiro dia de julgamento de Pistorius pela morte da namorada Reeva Steenkamp, assassinada a tiros no banheiro da casa do atleta em fevereiro do ano passado.

O incidente no restaurante aconteceu cerca de um mês antes da morte de Reeva. Pistorius alega que matou a namorada acidentalmente após achar que havia um bandido invadindo sua casa.

O julgamento de Oscar Pistorius tem previsão para acontecer até o dia 20 de março e quase 110 testemunhas serão ouvidas até lá.

Jornal Midiamax