Geral

Terceirizados da Enersul paralisam serviço de fiscalização em Campo Grande

Cerca de 150 funcionários da empreiteira Reluz paralisaram nesta segunda-feira (2) a prestação de serviços de fiscalização da Enersul. A empresa que presta serviços para a concessionária de energia não tem cumprido as obrigações com os trabalhadores e por esse motivo deliberaram por um dia paralisar os trabalhos. De acordo com o presidente do sindicato […]

Arquivo Publicado em 02/06/2014, às 14h58

None

Cerca de 150 funcionários da empreiteira Reluz paralisaram nesta segunda-feira (2) a prestação de serviços de fiscalização da Enersul.

A empresa que presta serviços para a concessionária de energia não tem cumprido as obrigações com os trabalhadores e por esse motivo deliberaram por um dia paralisar os trabalhos.

De acordo com o presidente do sindicato dos eletricitários (Sinergia-MS), Élvio Marcos Vargas, a empreiteira não vem cumprindo o pagamento do tíquete-alimentação, plano de saúde e o depósito do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) dos funcionários.

Segundo o presidente, os serviços foram paralisados até que a empresa cumpra as exigências e regularize a situação dos trabalhadores. “Isso acontece muito com as empresas terceirizadas, isso é fruto da precariedade do serviço. É preciso que a fiscalização retorne para os funcionários da concessionária”, ressalta.

Vargas disse que se não for regularizado a situação dos trabalhadores amanhã a categoria entra em greve.

Jornal Midiamax