Geral

Técnicos administrativos da UFMS aprovam greve em assembleia em Campo Grande

Os técnicos administrativos da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) deliberaram pela greve em uma assembleia nesta quarta-feira (19), em Campo Grande. De acordo com o coordenador-geral do Sindicato dos Trabalhadores das Instituições Federais de Ensino do Estado de Mato Grosso do Sul (Sista/MS) Adhemar Vilela Moreira, alguns serviços como a biblioteca, já […]

Arquivo Publicado em 19/03/2014, às 19h04

None

Os técnicos administrativos da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) deliberaram pela greve em uma assembleia nesta quarta-feira (19), em Campo Grande. De acordo com o coordenador-geral do Sindicato dos Trabalhadores das Instituições Federais de Ensino do Estado de Mato Grosso do Sul (Sista/MS) Adhemar Vilela Moreira, alguns serviços como a biblioteca, já estão paralisados, pois seguiram a deliberação da Federação dos Sindicatos dos Trabalhadores das Universidades Públicas Brasileiras (Fesubra). Agora, com a deliberação, serão enviados ofícios de declarando a greve e a expectativa é de que a paralisação possa ter início em 72 horas.


Segundo o coordenador, ainda nesta quarta, deve ser realizada uma reunião com os servidores do Hospital Universitário para definir se eles também aderirão à greve, já que se trata de serviço de saúde. “O HU tem escalas de plantão e demandas que ainda precisam ser discutidas”, explica.


Moreira diz que a greve segue a pauta da Fesubra que discute a proposta apresentada pelo Ministério da Educação (MEC). Entre as reivindicações estão a racionalização dos cargos, reposicionamento dos aposentados, auxilio alimentação, ascensão funcional, turnos contínuos com jornada de 30 horas sem redução de salário e outros pontos que ficaram pendentes no acordo realizado após a greve de 2012.


“Estão sendo realizadas reuniões com o Governo Federal. Alguns pontos foram avançados e outros não. Essa negociação feita até o fim de março, pois o orçamento é aprovado até o dia 31”, diz.

Jornal Midiamax