Geral

Técnico imobiliza atleta para evitar briga com líbero da seleção

Os líberos Mario Júnior e Serginho, do RJ Vôlei e do Sada Cruzeiro, respectivamente, foram protagonistas de uma quase briga nesta quarta-feira em jogo da Superliga de vôlei masculino. Após uma discussão entre os atletas depois do fim do duelo, o jogador da equipe mineira teve de ser imobilizado por seu técnico para não aumentar […]

Arquivo Publicado em 27/02/2014, às 13h31

None
269158211.jpg

Os líberos Mario Júnior e Serginho, do RJ Vôlei e do Sada Cruzeiro, respectivamente, foram protagonistas de uma quase briga nesta quarta-feira em jogo da Superliga de vôlei masculino. Após uma discussão entre os atletas depois do fim do duelo, o jogador da equipe mineira teve de ser imobilizado por seu técnico para não aumentar a confusão.


De acordo com o SporTV, enquanto discutiam na hora dos cumprimentos ao fim do jogo, Mario Júnior teria dado uma ombrada em Serginho (que não é o jogador que ficou conhecido na seleção como Escadinha). Revoltado com a situação, o atleta do Sada Cruzeiro foi para cima do jogador da seleção brasileira e do RJ Vôlei.


Ao ver a reação de seu jogador, o técnico Marcelo Mendez agarrou o jogador e o afastou da rede. Sem sucesso ao tentar acalmar Serginho, o treinador derrubou o atleta e o imobilizou evitando uma briga maior.


Depois de alguns segundos deitado sobre Serginho, o treinador soltou o atleta e deu um abraço em seu jogador, que foi para o vestiário junto com um integrante da comissão técnica.


Durante a partida, Mario Júnior já havia demonstrado nervosismo em quadra. No segundo set, o atleta recebeu cartão vermelho ao reclamar com a arbitragem sobre uma atitude antidesportiva do Cruzeiro. O juiz da partida disse que o atleta não era o capitão da equipe e não teria que falar com os árbitros.


Em quadra, o Sada Cruzeiro conseguiu a vitória por 3 sets a 0, parciais de 21-10, 21-15 e 21-17, e confirmou a liderança na fase de classificação da Superliga. O RJ Vôlei também se garantiu na próxima fase e as equipes poderão voltar a se enfrentar na fase final.


Os dois times foram protagonistas da final da última temporada da Superliga. Na ocasião, ainda chamado de RJX, o time carioca levou a melhor e foi campeão.


Recentemente, o Sada Cruzeiro esteve envolvido em uma confusão com outro atleta. O cubano Leal chegou a ser excluído do jogo contra o Vivo Minas após empurrar Henrique.

Jornal Midiamax