Geral

Técnico da Croácia diz que erro de juiz contra o Brasil teve “consequência positiva”

O técnico croata Niko Kovac evitou novas polêmicas sobre a arbitragem da estreia e disse, em entrevista coletiva neste domingo (22), que a derrota para o Brasil teve consequências positivas para o time, que enfrenta o México na Arena Pernambuco, pelo Grupo A, nessa segunda-feira (23). “Isso não criou nenhuma consequência negativa, pelo contrário. Eu […]

Arquivo Publicado em 22/06/2014, às 21h27

None
686701527.jpg

O técnico croata Niko Kovac evitou novas polêmicas sobre a arbitragem da estreia e disse, em entrevista coletiva neste domingo (22), que a derrota para o Brasil teve consequências positivas para o time, que enfrenta o México na Arena Pernambuco, pelo Grupo A, nessa segunda-feira (23).

“Isso não criou nenhuma consequência negativa, pelo contrário. Eu disse logo após a partida que estava otimista. Vocês viram como jogamos contra Camarões”, disse.

Para passar a segunda fase, os croatas precisam de uma vitória simples. Já os mexicanos, com quatro pontos –um a mais que a Croácia–, jogam pelo empate. A partida acontece às 17h, simultaneamente a Brasil x Camarões, em Brasília.

O treinador elogiou bastante o time mexicano e disse que espera um confronto equilibrado. “O México jogou muito bem nos dois jogos. Desde de que o Herrera assumiu, eles estão jogando um excelente futebol. Eles começaram a jogar muito bem contra a nova Zelândia [pela repescagem], que fazem avanços rápida, a defesa é muito eficiente”, afirmou.

Kovac descartou um possível clima de revanche contra os mexicanos –em 2002, na única vez que se enfrentaram em copas do mundo, os mexicanos venceram por 1×0.

“Me lembro daquele jogo claramente, Rafa Marques jogou uma excelente partida. Ele era o líder daquela seleção, como é hoje. Não podemos dizer que seja uma revanche, 12 anos se passaram. Temos uma meta e o desejo de passar da fase de grupos”, disse.

O treinador fez cara feia quando questionado se a delegação ficou irritada após a divulgação de fotos de atletas nus à beira da piscina. “Não vamos falar sobre esses assuntos. Acredito que jogamos muito bonito e de forma boa e eficiente. Vamos deixar o que são do lado de fora do futebol”, disse.

Um dos destaques da equipe croata, o meia Modric disse que a maior presença da torcida mexicana irá motivar ainda mais os croatas para o duelo decisivo. “Não acredito que isso seja uma vantagem. Já jogamos com outros públicos antes, nunca nos atrapalhou. Vai nos motivar ainda mais”, afirmou.

Jornal Midiamax