Taxista que encontrou pistola esquecida por passageiro tem coleção de objetos ‘largados’

O taxista de 59 anos de idade, identificado como C.A.R. que no dia 30 de julho encontrou uma pistola no banco traseiro de seu carro, afirmou que esta não foi a primeira vez que encontrou objetos esquecidos por passageiros. Segundo ele, quando tem conhecimento do destino dos passageiros ou mesmo quando estes telefonam alertando do […]
| 05/08/2014
- 15:55
Taxista que encontrou pistola esquecida por passageiro tem coleção de objetos ‘largados’

O taxista de 59 anos de idade, identificado como C.A.R. que no dia 30 de julho encontrou uma pistola no banco traseiro de seu carro, afirmou que esta não foi a primeira vez que encontrou objetos esquecidos por passageiros.

Segundo ele, quando tem conhecimento do destino dos passageiros ou mesmo quando estes telefonam alertando do esquecimento, os objetos são devolvidos. No carro já esqueceram roupas, sapatos, até carteiras com dinheiro. Neste caso o passageiro percebeu logo e ligou com a devolução acontecendo imediatamente.

“Só de guarda-chuva tenho uma coleção em casa. A pessoa pega o táxi, desce em um local qualquer na cidade e quando vou perceber o objeto esquecido não dá mais tempo para devolver. Quando é documento levo na polícia ou Correios, mas no caso de guarda-chuva não tem onde deixar e acabo guardando”, afirmou.

No caso da pistola, que depois descobriu-se que pertence a um papiloscopista, o taxista disse que foi a primeira vez que um objeto como este foi esquecido em seu carro. “A princípio pensei que fosse de brinquedo, mas depois, pelo peso e com a inscrição da Secretaria de Segurança vi que era verdadeira e procurei a polícia. Muita coisa passou pela minha cabeça, até mesmo em um possível assalto, mas agora tudo está esclarecido”, finalizou.

Últimas notícias