Geral

Sport e Inter ficam no empate e mantêm campanhas irregulares

Três derrotas, duas vitórias e um empate. Sport e Internacional acumulam agora a mesma campanha nos últimos seis jogos pelo Campeonato Brasileiro. Isso mostra a irregularidade das equipes, que se enfrentaram nesta quarta-feira e empataram por 0 a 0. O jogo foi bastante equilibrado, mas pouco emocionante na Arena Pernambuco. A princípio os times ficaram […]

Arquivo Publicado em 18/09/2014, às 01h51

None

Três derrotas, duas vitórias e um empate. Sport e Internacional acumulam agora a mesma campanha nos últimos seis jogos pelo Campeonato Brasileiro. Isso mostra a irregularidade das equipes, que se enfrentaram nesta quarta-feira e empataram por 0 a 0. O jogo foi bastante equilibrado, mas pouco emocionante na Arena Pernambuco. A princípio os times ficaram nas mesmas posições, o Inter em terceiro (38 pontos) e o Sport em sétimo (32), mas o decorrer da rodada ainda pode mudar isso.

Apesar de jogar em casa, o Sport começou o jogo com uma formação cautelosa, preenchendo o meio-campo e sem um centroavante de área – Felipe Azevedo e Diego Souza revezavam na função. Mesmo assim o Inter conseguiu equilibrar a posse de bola e criou a primeira chance de gol: após passe de Sasha, Alex chutou de direita e levou perigo, mas mandou a bola para fora.

Perigoso nos contra-ataques, o Sport levou perigo duas vezes no primeiro tempo. Aos 27min, Danilo reclamou de pênalti na área, mas o juiz não marcou. Aos 43min, de novo o meia foi lançado na área e dessa vez desviou a bola, mas Dida saiu bem e agarrou a bola. O Inter só voltou a assustar em uma cobrança de falta de Aránguiz.

Os times não tiveram substituições após o intervalo e por isso o jogo continuou igual, com marcação eficiente dos dois lados e pouca criatividade. Paulão chegou a fazer um gol, mas estava impedido.

Só depois de dez minutos os técnicos fizeram substituições e tiraram astros das equipes, como Alex, D’Alessandro (Inter) e Diego Souza (Sport). Os substitutos não mostraram qualidade, mas o jogo ficou muito mais aberto. Aos 29min, Danilo teve chance em um contra-ataque, mas chutou bizarramente para fora. Logo depois, o Inter também atacou e por pouco Rafael Moura não desviou a bola para o gol.

Aconteceu um fato lamentável aos 32min: um torcedor jogou um tênis no gramado em direção a Wellington Paulista. O objeto foi jogado de volta para a arquibancada, mas o juiz viu e deve anotar na súmula.

Os últimos dez minutos foram bons para o Inter, que assustou com um cabeceio de Rafael Moura aos 35min e ainda ficou praticamente com um jogador a mais – Erico Junior se contundiu quando o Sport já tinha gasto todas substituições e ficou mancando em campo. Mas nada disso fez descongelar o placar.

Jornal Midiamax