Geral

SP: prisões em protestos neste ano já superam todo 2013

O número de pessoas detidas pela Polícia Militar (PM) em protestos na capital paulista neste ano já supera o registrado em todas as manifestações de 2013, segundo dados obtidos com a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo e divulgados nesta segunda-feira pelo jornal O Estado de S. Paulo. De acordo com o jornal, somente […]

Arquivo Publicado em 24/02/2014, às 14h36

None

O número de pessoas detidas pela Polícia Militar (PM) em protestos na capital paulista neste ano já supera o registrado em todas as manifestações de 2013, segundo dados obtidos com a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo e divulgados nesta segunda-feira pelo jornal O Estado de S. Paulo. De acordo com o jornal, somente nos dois atos contra a Copa, realizados em 25 de janeiro e em 22 de fevereiro, 397 pessoas foram encaminhadas a delegacias para averiguação ou acusadas de vandalismo. Em todo o ano passado, foram 374 detenções.

A Secretaria não informou em quantas manifestações essas prisões ocorreram no ano passado, mas um levantamento feito pelo jornal mostram que foram pelo menos 22 atos em 2013. No sábado, manifestantes e policiais militares entraram em confronto durante protesto que começou na Praça da República, no centro de São Paulo, contra a realização da Copa do Mundo no Brasil.

A manifestação – acompanhada desde o início por um contingente de mil policiais, dentre os quais, homens da “Tropa do Braço”, com treinamento em artes marciais – terminou com saldo de pelo menos oito feridos, dentre os quais cinco policiais, dois manifestantes e o fotógrafo do Terra Bruno Santos. Ao todo, 230 pessoas foram detidas e encaminhadas a distritos policiais da região central e dos Jardins – o maior número desde os protestos de junho do ano passado. Ao menos duas agências bancárias do Itaú, patrocinador oficial da Copa, foram depredadas no centro.

Jornal Midiamax