Geral

Sesau não envia contraproposta e promotora vai rever recomendação sobre leitos

A promotora do MPE (Ministério Público de Mato Grosso do Sul), Filomena Aparecida Depólio Fluminhan, deve rever os documentos sobre a Recomendação direcionada à Prefeitura de Campo Grande, onde pede que o Executivo amplie o número de leitos para internação de pacientes. A promotora deve pronunciar-se sobre o assunto na próxima sexta-feira (19), conforme informou […]

Arquivo Publicado em 16/09/2014, às 18h17

None

A promotora do MPE (Ministério Público de Mato Grosso do Sul), Filomena Aparecida Depólio Fluminhan, deve rever os documentos sobre a Recomendação direcionada à Prefeitura de Campo Grande, onde pede que o Executivo amplie o número de leitos para internação de pacientes.

A promotora deve pronunciar-se sobre o assunto na próxima sexta-feira (19), conforme informou a assessoria de imprensa do MPE, na tarde desta terça-feira (16)

A avaliação ocorrerá por conta de o prazo de 20 dias dado ao Executivo ter expirado na segunda-feira (8), e a Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) não ter apresentado um número de leitos necessários para desafogar as UPAs (Unidades de Pronto Atendimento).

Segundo o MPE, na semana passada a Sesau entregou uma proposta com ampliação de 28 leitos de UTI, mas a promotora entendeu que a quantia não era o suficiente, e pediu contraproposta à Sesau. A segunda sugestão da Secretaria deveria ser entregue até a última sexta-feira (12), no entanto, até o momento nenhuma alteração foi apresentada.

Um dia antes, na quinta-feira, o chefe da Sesau, Jamal Salem, antecipou que pediria a promotora um novo prazo para ampliar o número de leitos na rede pública de saúde.

“Essa situação não se resolve do dia para a noite, vamos pedir uma nova prorrogação e mostrar a ela que temos boas intenções”, relatou Jamal.

Jornal Midiamax